Ensino Superior - Saiba tudo sobre a sua Estácio

Logo Estácio


Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família ofertará mestrado e doutorado profissionais

January 25, 2019 17:37
Voltar Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família ofertará mestrado e doutorado profissionais

O Mestrado em Saúde da Família, o mais antigo programa de mestrado profissional da área, oferecido pela Estácio se converterá no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família, com a oferta de mestrado e doutorado profissionais. O novo programa aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no dia 20 de dezembro, é o primeiro doutorado profissional da área no país. As inscrições presenciais vão até o dia 21 de fevereiro ou por correspondência até o dia 14 de fevereiro de 2019. Para conhecer mais sobre a qualificação e obter informações sobre o processo seletivo, clique no link: http://portal.estacio.br/cursos/mestrado-e-doutorado/sa%C3%BAde-da-fam%C3%ADlia/

O Doutorado Profissional em Saúde da Família tem caráter multiprofissional e tem como objetivo principal formar profissionais com capacidade para desenvolver atividades de formação permanente e pesquisa de alto nível, bem como com competência para a formulação, implantação, acompanhamento e avaliação de políticas de saúde, especialmente na área de saúde da família. De forma complementar, busca contribuir para a melhor qualificação dos profissionais que atuam ou venham a atuar na Atenção Primária, estando habilitados para ocupar cargos e funções de dirigentes de instituições de saúde com ênfase na Atenção Primária, e principalmente, desenvolver e coordenar grupos de pesquisa na área em questão.

Centro de Ensino e Educare lançam nova versão do Programa de Incentivo à Qualificação Docente – PIC 3.0

October 4, 2018 10:54
Voltar Centro de Ensino e Educare lançam nova versão do Programa de Incentivo à Qualificação Docente – PIC 3.0

Com o objetivo de incentivar o desenvolvimento de práticas inovadoras no Ensino Superior, valorizar e reconhecer os nossos docentes que contribuem para a sua disseminação, o Centro de Ensino e a Educare lançam o piloto do Programa PIQ 3.0. Para iniciar esse movimento, estão abertas as inscrições nas Unidades da Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro. Para participar, clique aqui e acesse o edital.

O programa tem como objetivo construir um processo permanente de reflexão pedagógica, promovendo a mediação, a organização e uma dinâmica de compreensão da função do professor em seu cotidiano. Além disso, permite a consolidação e sistematização de boas práticas docentes para serem reconhecidas e multiplicadas, garantindo a construção de um modelo robusto de educação, além de valorizar o trabalho de nossos docentes em prol da Estácio.

Para este ano, a organização do PIQ 3.0 elegeu como temas norteadores as Metodologias Ativas, os Objetos de Aprendizagem e sua história na Estácio: ações inovadoras.

O programa piloto está dividido em quatro etapas:

  • Coleta de proposições individuais ou coletivas de práticas docentes reais nos temas norteadores sugeridos;
  • Armazenar e avaliar as práticas, de modo a sistematizá-las em um banco de dados, garantindo um fluxo e a manutenção de um histórico;
  • Debater a atuação do docente, selecionando algumas práticas de referência como pano de fundo;
  • Reconhecer e divulgar as melhores práticas, promovendo seus desdobramentos e estimulando tanto o seu desenvolvimento quanto a construção de novas práticas no futuro.

A Estácio acredita na qualidade profissional dos docentes e quer dar visibilidade a esse desenvolvimento. 

Participe, troque, conheça!

Esta é a oportunidade de mostrar que a educação transforma.

Últimos dias para votação: Pedro Thompson concorre a prêmio do setor de ensino

August 16, 2018 17:51
Voltar Últimos dias para votação: Pedro Thompson concorre a prêmio do setor de ensino

Segue até o dia 31 de agosto a votação pública da 8ª edição do Prêmio Milton Santos de Educação Superior. A Estácio está representada pelo nosso presidente, Pedro Thompson, que foi indicado na categoria Gestão Empresarial.

A premiação reconhece o mérito de quem contribui para o engrandecimento e aprimoramento da educação superior no Brasil. Os candidatos ao prêmio são indicados pelos Associados ABMES e deliberados pela diretoria da entidade.

Acesse o portal da ABMES e vote! Esse reconhecimento é muito importante para a Estácio.

https://miltonsantos.abmes.org.br/votacao

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) representa entidades mantenedoras de educação superior particular em todo o território nacional, com o objetivo de engajá-las nas mais diversas instâncias, além de atuar junto ao governo e ao Congresso Nacional pelos interesses legítimos das instituições educacionais e sobre as principais diretrizes e conquistas do setor.

Processo seletivo interno para Responsável por Disciplinas de graduação e pós-Graduação

August 16, 2018 12:22
Voltar Processo seletivo interno para Responsável por Disciplinas de graduação e pós-Graduação

As Diretorias de Ensino de Graduação e de Pós-Graduação, da Vice-presidência de Ensino, abrem processo seletivo interno para cadastro de Responsável de Disciplinas 2018.2. As inscrições vão até quarta-feira, 22 de agosto.

Entre outras atribuições, o Responsável por Disciplinas deve garantir a validação do banco de questões e a adequação e coerência dos Planos de Ensino, Planos de Aula e Roteiros de Aprendizagem das disciplinas.

Para saber mais detalhes e realizar a inscrição, confira os editais:

Responsável por disciplinas – Graduação
Responsável por disciplinas – Pós-graduação

Fonte: Diretorias de Ensino de Graduação e de Pós-Graduação - VP de Ensino

EaD lança nove cursos de graduação e amplia número de polos próprios e parceiros

August 16, 2018 10:42
Voltar EaD lança nove cursos de graduação e amplia número de polos próprios e parceiros

A Educação a Distância da Estácio está passando por um momento muito positivo, de grande crescimento! Além de expandirmos o nosso portfólio de cursos, estamos aumentando o número de polos próprios e parceiros.

Lançamos nove cursos de graduação a distância, que serão ofertados em nossos polos próprios que ainda não oferecem o mesmo curso na modalidade presencial. São eles:

  • Biomedicina  Ciências Biológicas (Licenciaturas)
  • Ciências Biológicas (Bacharelado)
  • Educação Física (Licenciatura)
  • Educação Física (Bacharelado)
  • Estética e Cosmética
  • Farmácia
  • Nutrição
  • Radiologia

A oferta dos cursos será na modalidade Flex, mas com um formato diferenciado. Seguindo a legislação vigente, teremos atividades práticas presenciais previstas no projeto pedagógico de cada curso, isto é, não haverá integração de oferta de turmas com a graduação presencial e todas as atividades serão mediadas por tutoria.

Fonte: Gerência de Expansão – VP de EaD 

Processo seletivo para conteudistas: inscrições até 20 de agosto

August 14, 2018 11:04
Voltar Processo seletivo para conteudistas: inscrições até 20 de agosto

A Diretoria de Serviços Pedagógicos realiza processo seletivo de cadastro de conteudistas de plano de ensino, planos de aula, atividade estruturada e roteiro híbrido 2019.1. As inscrições vão até o dia 20 de agosto.

O recrutamento interno tem vagas para disciplinas de diversas áreas de conhecimento. Confira o edital neste link e faça seu cadastro no Sistema de Gestão do Conteudista (SGCON).

Para se candidatar às vagas, é preciso ter o mínimo de seis meses de docência, ter ministrado ou estar alocado na disciplina para a qual está se candidatando, conhecer o modelo de ensino da Estácio, entre outros requisitos.

Fonte: Diretoria de Serviços Pedagógicos – VP de Ensino

Tire suas dúvidas sobre as disciplinas híbridas da nova matriz curricular

August 8, 2018 18:39
Voltar Tire suas dúvidas sobre as disciplinas híbridas da nova matriz curricular

No primeiro semestre de 2018, com foco no aperfeiçoamento de nosso Modelo de Ensino, implementamos as disciplinas híbridas. Nessa nova matriz, denominada Currículo 118, buscamos integrar as metodologias de aprendizagem mais ativas por meio de tecnologias digitais.

Saiba mais sobre a nossa nova geração de matrizes curriculares!

O que são disciplinas híbridas?

São disciplinas que contemplam majoritariamente créditos presenciais e também on-line, articulando a sala de aula com o ambiente virtual.

Quais as vantagens para o aluno?

As disciplinas híbridas incentivam o protagonismo dos alunos, isto é, eles se tornam ainda mais responsáveis pelo próprio aprendizado. Com os roteiros de estudo, eles são orientados a fazer atividades antes e depois das aulas presenciais, ampliando o debate em sala de aula.

Como é a dinâmica da aula a partir de agora?

O plano de aula contempla atividades para serem feitas previamente. Dessa forma, o aluno já adquire conhecimento antecipadamente e a aula se torna menos expositiva. O professor, por sua vez, assume um papel de mediador, aproveitando então esse conhecimento e provocando um debate e troca de experiências na turma.

Quais as ferramentas disponíveis para o aluno?

Os alunos possuem todos os recursos do SAVA, nossa Sala Virtual de Aprendizagem. Além da tutoria no ambiente virtual, ele pode acessar a biblioteca virtual, quadro de horário, verificação de notas, central de mensagens, fóruns de discussão, entre outros recursos.

O professor pode inserir conteúdos específicos para cada turma, de acordo com o debate em sala de aula.

Quer saber mais sobre o tema? Clique aqui e confira o nosso material de apoio sobre o tema. 

Fórum Docente: confira o funcionamento das Unidades com a Gerência Acadêmica

August 8, 2018 17:18
Voltar Fórum Docente: confira o funcionamento das Unidades com a Gerência Acadêmica

Em função da realização do Fórum Anual Docente 2018, a Diretoria Acadêmica de Graduação informa que as aulas estarão suspensas nesta quinta-feira, 9 de agosto, nos períodos da manhã e da noite.

Veja as novidades do Boletim Pesquisa Nº 354

August 7, 2018 11:56
Voltar Veja as novidades do Boletim Pesquisa Nº 354

Disponibilizamos a 354ª edição do Boletim Pesquisa. Clique aqui e confira!

Quer enviar notícias sobre suas pesquisas para que sejam divulgadas no próximo Boletim Pesquisa? Então, acesse o formulário neste link.

 

Os temas devem ser sobre:

  • Aprovação e submissão de projetos de pesquisa a órgãos de fomento ou empresas;
  • Recebimento de prêmio ou homenagem;
  • Apresentação de trabalho em evento científico;
  • Celebração de convênio;
  • Publicação de livro ou artigo científico;
  • Participação em comitê científico e consultoria relevante.

Importante: As notícias são exclusivas aos docentes de nossa instituição.

Inscrições abertas para o II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos da Pós-Graduação

August 6, 2018 09:42
Voltar Inscrições abertas para o II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos da Pós-Graduação

Seguem até 27 de agosto as inscrições para o II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos, da Diretoria de Pós-Graduação.

O edital está aberto para temáticas dos seguintes cursos:

 

  • Gestão Estratégica de Pessoas;
  • Gestão Financeira e Controladoria;
  • Gestão Empresarial;
  • Direito e Processo do Trabalho;
  • Direito Previdenciário;
  • Engenharia de Segurança do Trabalho;
  • Psicopedagogia Clínica e Institucional;
  • Comunicação e Marketing em Mídias Digitais;
  • Direito Civil e Processual Civil;
  • Gestão Fiscal e Tributária.

Os casos devem ser enviados pelo link http://goo.gl/forms/sTw9AouPSm.

Os materiais aprovados serão divulgados no dia 14 de setembro, no Portal do Professor Estácio e no Informativo da Pós-Graduação. Já o seminário acontecerá no dia 26 de outubro, no Auditório do Educare, no Rio de Janeiro.

Os autores do melhor caso selecionado por curso receberão um prêmio de R$ 3 mil.

 

A Diretoria de Serviços Pedagógicos lança Edital 19.1 para conteudista de disciplinas on-line

August 1, 2018 11:20
Voltar A Diretoria de Serviços Pedagógicos lança Edital 19.1 para conteudista de disciplinas on-line

Para se inscrever e consultar os editais, faça seu cadastro pelo:
Sistema de Gestão de Conteudista da Estácio (SGCON). Confira os prazos!

Cada professor poderá inscrever-se em até 3 disciplinas, porém há possibilidade de ser escolhido somente para uma. A Diretoria de Ensino será responsável por escolher a função de conteudista ou validador para os professores escolhidos.

Prazos para inscrições:
· Conteudista de disciplinas online: 31/07 a 07/08.

Bolsa de estudos: novidades no nosso pacote de benefícios para colaboradores e dependentes

July 24, 2018 14:03
Voltar Bolsa de estudos: novidades no nosso pacote de benefícios para colaboradores e dependentes

Atualizamos os descontos para os cursos de pós-Graduação lato sensu. Você e seus dependentes também podem se tornar alunos da Estácio. Estude e se desenvolva com a gente!

A VP de Gente e Gestão, em parceria com a equipe de Pós-graduação, anuncia os novos percentuais de descontos (exceto para os cursos Cardiologia, Cirurgia Bariátrica, Medicina do Trabalho, Psiquatria e Perícias Médicas).

 

Funcionários administrativos e Docentes:

MBA Executivo – de 30% para 60%

Dependentes:

Cursos presenciais – de 30% a 50%

Cursos a distância – de 30% a 50%

MBA Executivo – a partir de agora 50%

Para os cursos de pós-graduação marcados com asterisco (*) no site, o desconto é válido somente para as mensalidades. Os valores da inscrição e matrículas são integrais. 

 

Confira o passo a passo das etapas para a solicitação de bolsa:

1- Faça a inscrição no curso desejado;

2- Preencha corretamente a solicitação no Formulário de Bolsa de Estudos;

3- Solicite a aprovação do gestor imediato (para as Unidades fora do Rio, é necessário o parecer do focal de RH).

4- Abra chamado no SEC – Gente, anexando formulário de bolsa de estudo e a documentação que comprove o vínculo de dependência (certidão de nascimento, casamento e união estável).

Observação: No caso de união estável, é necessária a apresentação de comprovante de residência que ateste que o dependente reside no mesmo endereço do colaborador.

 

SEC - Gente

CSC > Serviço de Gente > Gestão de cadastros e benefícios > Solicitação de bolsa de estudo

Importante:

As bolsas de estudos serão concedidas somente a partir do término do período de experiência (três meses após a data de admissão) e da conclusão do chamado, não havendo bolsa retroativa.

Onde houver Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com previsão de concessão de bolsa de estudos e caso as condições lá estabelecidas sejam mais benéficas ao colaborador, será respeitada a regra da CCT.

Nesta quarta, 25/7, palestra online sobre as ações de internacionalização da Estácio

July 24, 2018 11:05
Voltar Nesta quarta, 25/7, palestra online sobre as ações de internacionalização da Estácio

Para falar sobre as nossas ações de internacionalização, a Assessoria de Cooperação Internacional da Estácio fará uma teletransmissão para todo o Brasil, no dia 25 de julho, das 10h às 12h. O objetivo é esclarecer as atribuições da equipe e as políticas da instituição.  

Os principais tópicos a serem apresentados serão: a internacionalização da Estácio, atribuições da Assessoria de Cooperação Internacional, fluxo para a celebração de convênio e de mobilidade acadêmica (colaboradores e alunos), eventos internacionais, divulgação de ações de internacionalização, entre outros tópicos. 

A palestra será conduzida pelo professor Rafael Iório (Diretor de Pesquisa, Extensão e Mestrado e Doutorado), professor Christiano Machado (Assessor Internacional) e Maria Isabel Monnerat (Assistente Internacional).

II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos da Pós-Graduação: inscrições abertas para seleção de trabalhos

July 9, 2018 19:03
Voltar II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos da Pós-Graduação: inscrições abertas para seleção de trabalhos

A Diretoria de Pós-Graduação está com edital aberto para a construção de estudo de casos nacionais para o II Seminário de Apresentação de Estudo de Casos, com temáticas pertinentes aos seguintes cursos: 

- Gestão Estratégica de Pessoas;
- Gestão Financeira e Controladoria;
- Gestão Empresarial;
- Direito e Processo do Trabalho;
- Direito Previdenciário;
- Engenharia de Segurança do Trabalho;
- Psicopedagogia Clínica e Institucional;
- Comunicação e Marketing em Mídias Digitais;
- Direito Civil e Processual Civil;
- Gestão Fiscal e Tributária. 

Os casos devem ser enviados até o dia 27 de agosto de 2018, pelo link http://goo.gl/forms/sTw9AouPSm

Os materiais aprovados serão divulgados no dia 14 de setembro, no Portal do Professor Estácio e no Informativo da Pós-Graduação. Já o seminário acontecerá no dia 26 de outubro, no Auditório do Educare, no Rio de Janeiro.

Os autores do melhor caso selecionado por curso receberão um prêmio de R$ 3 mil.

Fórum Docente 2018 – Protagonistas do Próprio Aprendizado

July 5, 2018 13:44
Voltar Fórum Docente 2018 – Protagonistas do Próprio Aprendizado

Na edição deste ano, o debate será sobre o Ensino Híbrido e Metodologias Ativas.

A Vice-presidência de Gente e Gestão realizará, no dia 09 de agosto, mais uma edição do Fórum Anual de Docentes Estácio. A ação tem como objetivo motivar nossos professores para as mudanças que deles são esperadas, além de valorizar e reconhecer iniciativas bem-sucedidas e disseminar práticas pedagógicas inovadoras.

O tema deste ano é "Protagonistas do próprio aprendizado" e discutirá o Ensino Híbrido e as Metodologias Ativas. O evento será on-line, com palestras transmitidas ao vivo para todo o Brasil, pela manhã, e terá fóruns regionais presenciais, com programação própria, à tarde.

A participação de todos os nossos docentes é fundamental para o sucesso deste evento!

Saiba mais sobre a nossa Escola de Docência acessando a Educare.

Artigo de professor da Estácio integra livro sobre educação

May 25, 2018 15:58
Voltar Artigo de professor da Estácio integra livro sobre educação

Para quem gosta de se manter sempre atualizado, aí vai uma excelente fonte de consulta, que tem conteúdo de qualidade da Estácio. O professor de computação da unidade Taquara R-9Vicente Willians do Nascimento Nunes, é um dos autores do artigo 'Uso do aplicativo Plickers como recurso de metodologia ativa'. A publicação integra o livro 'Educação no século XXI vol.5'uma compilação de artigos sobre educação, desafios e experiências na forma de ensino.  

O artigo de Nunes trata da utilização de recursos digitais na perspectiva do uso de metodologias ativas como, por exemplo, a sala de aula invertida. O trabalho fomenta a discussão sobre como o uso de aplicativos como o Plickers pode colaborar na melhoria nos processos de aprendizagem e favorecer o surgimento de inovações pedagógicas. 

Desenvolvido pela Editora Poisson, o livro 'Educação do Século XXI', traz uma coletânea de artigos desenvolvidos por professores de diversas áreas do conhecimento e tem como objetivo introduzir novos conceitos e metodologias de aprendizagem, Além de dar uma visão bem interessante a respeito do comportamento dos jovens em salas de aula, sendo estas muitas das vezes virtuais. 

Para conferir a coleção completa de e-books acesse:

http://poisson.com.br/bs/disponiveis-para-download/ 

Fim de semana movimentado para o curso de medicina da Estácio

May 8, 2018 13:44
Voltar Fim de semana movimentado para o curso de medicina da Estácio

O curso de medicina da Estácio foi destaque neste fim de semana. No último sábado (5), os alunos de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, realizaram uma atividade de extensão com a população local. Supervisionados pelos professores, os futuros médicos aferiram a pressão dos moradores da região. Esse é o primeiro período do curso de medicina da Estácio em Jaraguá do Sul, criado no âmbito do edital do Programa Mais Médicos, e o impacto social, um dos pilares da Estácio, já está acontecendo de forma natural.

“Esses alunos, em tão pouco tempo, estão fazendo a diferença na região. A importância da aferição da pressão arterial é enorme, tendo em vista que a hipertensão é a doença base mais ligada a mortes no Brasil. É por consequência dela que se origina o Acidente Vascular Encefálico (AVE) e Infarto Agudo do Miocárdio (coração), por exemplo”, afirmou o Dr. Silvio Pessanha Neto, Coordenador Nacional do Curso de Medicina da Estácio.

No dia 17 deste mês, dia mundial do combate à hipertensão arterial, uma ação semelhante será realizada com colaboradores da Estácio nas unidades Tom Jobim e João Uchôa, ambas no Rio de Janeiro.

Também no sábado, a Estácio esteve presente no III Fórum de Emergência do Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (CREMERJ), organizando o treinamento de atendimento a pacientes graves, na modalidade de Olimpíadas, utilizando Simulação Realística. Elas são uma maneira efetiva de colocar em prática o treinamento de atendimento de emergência. A Estácio é pioneira no uso da simulação realística na grade curricular, e assim como acontece na sala de aula, onde os alunos treinam com robôs simulando os sintomas, esse mesmo equipamento e metodologia foram levados ao Fórum. O treinamento no formato de Olimpíada acontece fora da grade curricular, onde os times se inscrevem e realizam uma competição pelo melhor atendimento. Existe uma banca julgadora, que avalia e dá notas pelo desempenho de cada equipe.

No fim da semana passada, os alunos de medicina de Alagoinhas, na Bahia, tiveram uma experiência fora da sala de aula. Eles fizeram uma doação de diversos materiais como fraldas, toucas e luvas, e foram entrega-los em uma casa de repouso para idosos. Além das doações, eles foram contemplados com uma palestra da enfermeira responsável pela casa de repouso, onde aprenderam um pouco mais sobre como lidar com esse tipo de paciente. Depois, eles se dividiram e conversaram com os idosos, aprendendo um pouco mais sobre as suas histórias de vida. O melhor de tudo é que o vínculo entre alunos e pacientes foi criado e as visitas vão continuar de forma periódica. Rolou muita emoção no que promete ser a primeira de muitas visitas.

Segundo Dr. Silvio, o Curso de Medicina da Estácio, hoje presente em 8 unidades no Brasil, do Sul ao Nordeste, irá alavancar e ampliar suas ações, visando cumprir seu papel social buscando sempre causar impacto nas comunidades aonde estão inseridos. Aguardem novidades!

Reitores apostam na diversidade para modernizar ensino superior

July 21, 2017 12:27
Voltar Reitores apostam na diversidade para modernizar ensino superior

“Talvez, de todas as instituições da sociedade, a escola seja a mais sacrossanta. E como, como tal, ela resiste mais às mudanças e tem sucesso nessa resistência”. A análise é de Ronaldo Mota, reitor da Universidade Estácio de Sá, um dos participantes da mesa redonda “Educação Superior para o Mundo Contemporâneo”, realizada nesta terça-feira, 18, durante a 69ª Reunião Anual da SBPC. Para Mota, a resistência ao novo, quando é a própria escola que está na berlinda, dificulta a identificação de caminhos que levem a uma modernização no sistema de ensino.

Os avanços da sociedade ao longo do tempo exigem um olhar cuidadoso sobre o papel das universidades no Século XXI. Como apontou Mota, ainda estamos em um modelo teorista-Fordista, focado na produção de técnicos, mas este sistema não é aderente ao grande salto tecnológico pelo qual passou a sociedade nas últimas décadas. “Usar o mesmo método que foi um sucesso no Século XX será um desastre no Século XXI”, apostou o reitor.

Para Carlos Henrique Brito Cruz, diretor científico da Fundação Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), uma das características do sistema atual que precisa ser abandonada para a busca de um ensino de excelência no Século XXI é a valorização da quantidade ao invés da qualidade. Para Brito Cruz, a demanda excessiva por experiências curriculares banalizou a própria experiência. “Daqui a pouco vão pesar os currículos Lattes para ficar mais fácil”, brincou Brito Cruz. Outro exemplo levantado pelo diretor da Fapesp é a passividade das instituições de ensino. “As universidades não buscam os bons alunos. Elas sentam e esperam o vestibular, o Enem”.

Na visão de Klaus Werner Capelle, reitor da Universidade Federal do ABC (UFABC), existe um grande potencial inexplorado na formação profissional no Brasil. “Temos um talent pool de 205 milhões de pessoas. Isso equivale à Alemanha, França e Itália juntas. Sem contar que temos uma distribuição demográfica ainda muito favorável, com um terço da população abaixo dos 20 anos. Mas isso não vai durar para sempre”, afirmou Capelle.

A falta de recursos na educação e na ciência, tecnologia e inovação tem colocado em risco o aproveitamento dessas vantagens. “Os números mostram que o Brasil é um gigante científico e um gigante econômico. O que temos visto é que esse gigante está começando a cortar as próprias pernas”, lamentou o reitor da UFABC.

Foco na Diversidade

Um ponto em comum entre os debatedores foi a necessidade de abraçar as características que tornam o Brasil multifacetado. “A diversidade é boa. Nós precisamos de todos e dar o mérito para todos”, resumiu a presidente da SBPC, Helena Nader, que conduziu a mesa de discussão. Mas um dos problemas para celebrar essa diversidade é a obsessão em uniformizar todas as instituições refletida, por exemplo, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). “A LDB é uma camisa de força”, reclamou Helena Nader.

Ainda assim novas propostas estão surgindo. É o caso do modelo adotado pela UFABC, focado em uma formação interdisciplinar. Na graduação, os alunos escolhem entre duas áreas amplas – “Ciência e Tecnologia” e “Ciências e Humanidades” – e só definem em que área tradicional pretendem tirar diploma ao fim do curso. Há ainda a oferta de um doutorado acadêmico industrial, feito em parceria com as empresas.

Outro exemplo de arranjo fora do tradicional é o poder dos cursos à distância. No caso da Estácio de Sá, metade dos seus 220 mil alunos não fazem o curso presencialmente. E, segundo o reitor, não há diferença no desempenho entre os grupos. “É preciso despertar a capacidade do domínio de como se apreende”, afirmou Mota.

Para Brito Cruz é preciso também perceber que a busca de uma universidade de excelência não significa colocar todo o sistema de graduação em um projeto de reciclagem de conceitos. “Esses programas não são para todas as universidades do país. Escolhem algumas e depois, em uma outra rodada, ajustam”, explicou o diretor da Fapesp. “Mas, se o Brasil quer universidades excelentes, eu acho que precisaria haver uma aliança das agências de financiamento, governo estadual e governo federal”.

Fonte: Mariana Mazza – Jornal da Ciência

Capes divulga números de 2016

February 6, 2017 18:08
Voltar Capes divulga números de 2016

Em 2017, a colaboração com parceiros no exterior deverá ser ainda mais fortalecida e a sustentabilidade da internacionalização da pesquisa e da pós-graduação brasileiras mais valorizada, informa a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou nesta quarta-feira, 18, os números de orçamento e fomento da agência em 2016. Os dados comprovam que a Capes mantém seu compromisso com o fortalecimento da pós-graduação brasileira e com a formação de professores da educação básica. A agência agradece o apoio de todos os envolvidos no processo, em especial os parceiros, consultores, coordenadores e colaboradores, que contribuíram para o sucesso das ações desenvolvidas em 2016.

Recomposição do orçamento

Em 2016, a Capes recompôs o orçamento destinado aos programas e bolsas no país, aumentando os recursos em R$ 401 milhões disponibilizados para os cursos de pós-graduação no Brasil, 16% a mais em relação ao orçamento de 2015. Esses recursos possibilitaram a continuidade de ações de apoio aos programas de pós-graduação e concessões adicionais de bolsas e recursos de fomento (custeio e capital), totalizando um investimento de R$ 2,9 bilhões. Um montante de R$ 30 milhões em recursos de capital foi destinado ao Programa de Excelência Acadêmica (Proex) e ao Pró-Equipamentos e outros R$ 23,1 milhões às ações do Portal de Periódicos.

Foram concedidos também R$ 80,5 milhões adicionais de custeio para a recomposição do orçamento do Proex, do Programa de Apoio à Pós-Graduação (Proap), dos Programas de Indução e Inovação, Doutorados Interinstitucionais (Dinter) e acordos com as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs). Além dessas ações, por meio do Programa de Apoio a Eventos no País (Paep), foram apoiados 1.501 eventos científicos no país, com investimento de R$ 35 milhões. Em 2016, foi realizada também uma importante ação de redução de assimetrias regionais, com a concessão adicional de 554 bolsas para instituições da região Norte. A média de cobertura de bolsas em relação ao alunado da região foi elevada de 27% para a média nacional de 31%.

Com a recomposição orçamentária, além das ações mencionadas, foi possível manter o investimento em bolsas dos principais programas de fomento à pós-graduação, tendo sido concedidas, no ano, um total de 100.385 bolsas no país, sendo 50.273 de mestrado, 43.045 de doutorado e 7.067 de pós-doutorado.

Formação de professores

No segundo semestre de 2016, foi operacionalizado o edital do Sistema Universidade Aberta do Brasil, com a oferta e liberação de cerca de 140 mil vagas, das quais 39 mil foram iniciadas ainda no mesmo semestre. As demais vagas devem ser disponibilizadas ao longo do ano de 2017.

Com referência ao Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública da Educação Básica (Proeb), voltado à qualificação de docentes do ensino básico das redes públicas, foram concedidas 2.436 bolsas ao longo de 2016. Para 2017, é esperado que chegue a 3.500 bolsas, já com a inclusão de três novos programas nas áreas de Educação Física, Química e Biologia. Já o Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor) atingiu 34.549 professores em serviço formados. Em 2017, seguirão em formação um total de 36.871 professores da educação básica.

No Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), o número de bolsas ativas alcançou o total de 72.057 – 58.055 para alunos de licenciatura, 9.019 para professores da educação básica e 4.983 para professores dos cursos de licenciatura. Foram apoiados ainda 1.010 bolsistas no âmbito do Observatório da Educação (Obeduc) e 1.068 na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). O investimento total nesses programas, em 2016, foi de R$ 661.754.041,62. Em 2017, a Capes dará continuidade ao financiamento das turmas do Parfor e dos projetos vigentes do Pibid, promovendo o alinhamento de suas ações com a Política de Formação dos Profissionais da Educação definida pelo Ministério da Educação. 

Avaliação da pós-graduação

No que diz respeito a propostas de novos cursos de pós-graduação, em 2016 foram analisadas 637 propostas e aprovadas, até o presente momento, 149. Portanto, serão acrescentados mais 149 novos cursos/programas no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). Existem ainda 155 propostas novas a serem avaliadas, em 2017, em função de diligências em curso ou pedidos de reconsideração. Este número pode aumentar, uma vez que podem ser apresentados novos pedidos de reconsideração. Em 2017, será realizada a avaliação quadrienal de 4.200 programas em funcionamento.

Cooperação Internacional

Ainda em 2016, a Capes apoiou aproximadamente 19.380 alunos por meio da concessão e da manutenção de bolsas de estudos para brasileiros no exterior e para estrangeiros no Brasil nas diversas modalidades fomentadas pela agência, além do apoio a 958 projetos de pesquisa e missões de trabalho. Essas ações se deram no âmbito dos cerca de 100 programas geridos pela Diretoria de Relações Internacionais. Para 2017, está previsto o apoio a aproximadamente 13.200 bolsistas e mais de 1.500 projetos.

Destaca-se que os processos de seleção para os programas de Estágio Sênior no Exterior, Pós-doutorado no Exterior e Doutorado Pleno no Exterior de 2016 ainda estão sendo finalizados. Até o momento, 4.238 candidatos estão concorrendo a um total de até 600 bolsas distribuídas entre os programas de Estágio Sênior, Pós-Doutorado e Doutorado Pleno no Exterior.

Para o programa de Estágio Sênior no Exterior, a Capes recebeu 914 propostas para concorrer a até 200 bolsas previstas no Edital nº 16/2016. Já para o programa de Pós-doutorado no Exterior foram 1.450 candidaturas para concorrer até 200 bolsas previstas no Edital nº 15/2016. O programa de Doutorado Pleno no Exterior previu a concessão de até 200 bolsas pelo Edital nº 18/2016, tendo recebido 1.874 candidaturas. Já no âmbito do Doutorado-sanduíche, mais de 4 mil alunos devem ser beneficiados com estágios de 4 a 12 meses no exterior.

Em 2017, a colaboração com parceiros no exterior deverá ser ainda mais fortalecida e a sustentabilidade da internacionalização da pesquisa e da pós-graduação brasileiras mais valorizada.

Fonte: Capes