Logo Estácio


Cultura brasileira e organizações

Ementa: A formação da sociedade brasileira; o espírito do capitalismo vs a matriz cultural brasileira; o

patrimonialismo; as organizações e o contexto cultural; traços da cultura brasileira e implicações para a gestão

contemporânea: meritocracia, resultados, responsabilização, na terra do jeitinho, do autoritarismo e da

omissão; “operacionalizando” o conceito de cultura: os modelos de Hofstede e de Barros&Prates.

 

Bibliografia

BAUMOL, W.J. Say´s Law. Journal of Economics Perspectives, v.13, n.1, p.195-204, 1999. BAYE, M.R. Economia de empresas e estratégias de negócios. Porto Alegre: AMGH Editora, 2010.

CARNEIRO, R (Org.). Os Clássicos da Economia: segundo volume. São Paulo: Ática, 1997.

CARVALHO, J.; GWARTNEY. J.; STROUP, R; SOBEL, R. Fundamentos da Economia: Microeconomia. SãoPaulo: Cengage Learning, 2008.

CLOWER, R. Keynes and the Classics: a Dynamical Perspective. The Quarterly Journal of Economics, v.17, n.2, p.318-323, 1960.

FERGUSON, C.E. Microeconomia. Rio de Janeiro: Forense, 1988. FRIEDMAN, M. Inflação e Desemprego: A Novidade da Dimensão Política. Literatura Econômica, v.7, n.3, p.381-408, 1985.

HANSEN, A. H. A note on fiscal policy: a clarification. The American Economic Review, v.35, n.3, p.408-410, 1945.

HICKS, J. Mr. Keynes and the Classics. Econometrica, v.5, p.147-159, 1937. KEYNES, J.M. The General Theory of Employment, Interest and Money. London: Macmillan, 1936.

KRUGMAN, P.; OBSTFELD, M. Economia Internacional. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. KUPFER, D.; HASENCLEVER, L (Orgs.). Economia Industrial. Rio de Janeiro: Elsevier, 2002.

LUCAS, R.E. Expectations and the Neutrality of Money. Journal of Economic Theory, v.4, p.103-124, 1972.

MANKIW, N.G. Introdução à Economia. 6. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2014. ____. MACROECONOMIA. 8.ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

ROSSETTI, J.P. Introdução à Economia. 21. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

SARGENT, T.J. Some Unpleasant Monetarist Arithmetic. Federal Reserve Bank of Minneapolis Quarterly Review, v.5, n.3, p. 1-17, 1981.

SIMONSEN, M.H.; CYSNE, R.P. Macroeconomia. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 2009. VARIAN, H. Microeconomia: uma abordagem moderna. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

VIEIRA, P.R.C. Macroeconomia Moderna: raízes históricas e evolução. Rio de Janeiro, 2013, 88p. Apostila.