Logo Estácio


Convênios e Associações

1.   EDUCAÇÃO CORPORATIVA 

A área de Soluções Corporativas foi implantada com a missão de desenvolver soluções educacionais  customizadas para empresas públicas e privadas de médio e grande porte. Para mais detalhes acessar o link http://www.estacio.br/educorp/default.asp

 

2.   AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO (ADITEC-ESTÁCIO)

A agência foi estruturada como uma unidade complementar da Estácio que oferece um ambiente de inovação em rede integrada à Rede de Tecnologia & Inovação do Rio de Janeiro (REDETEC), instituição parceira sem fins lucrativos. Para mais detalhes acessar o link ADITEC-ESTÁCIO.

 

O setor de Educação Corporativa e a ADITEC-ESTÁCIO facilitam a canalização das competências dos professores do programa  em atividades de consultorias, formação de turmas fechadas com organizações privadas e públicas, financiamentos e fomentos privados à pesquisa e produção técnica.

 

3.   INTERCÂMBIOS INSTITUCIONAIS (2012)

As atividades de intercâmbio institucional do MADE podem ser divididas em cinco categorias:

I Participação de pesquisadores externos como membros de conselho editorial e do comitê científico, pareceristas e autores de artigos da revista ADM.MADE (Qualis B3);

II Participação de pesquisadores de outras instituições nos seminários de pesquisa elaborados no MADE;

III Participação de membros externos em bancas de dissertação;

IV Convênios formais interinstitucionais;

V Organizações onde foram realizadas pesquisas de campo de dissertações de mestrado.

 

I - PARTICIPAÇÃO DE PESQUISADORES EXTERNOS COMO MEMBROS DE CONSELHO EDITORIAL E DO COMITÊ CIENTÍFICO, PARECERISTAS E AUTORES DE ARTIGOS DA REVISTA ADM.MADE

 

No ano de 2012, a Revista ADM.MADE (ISSN 1518-9929) deu seguimento à política editorial iniciada em 2006, com vistas a consolidar-se como instrumento de difusão de conhecimento relevante sobre questões relacionadas à gestão organizacional contemporânea. Nesse intuito, suas ações têm resultado na ampliação contínua do intercâmbio com outras instituições de ensino e pesquisa.

 

Em 2009, a ADM.MADE foi colocada em meio eletrônico, utilizando o sistema SEER (Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas) - trata-se de sistema gratuito, disponibilizado e indicado pelo IBICT/MCT para criação e manutenção de revistas eletrônicas, do qual já se utilizam, segundo dados do Instituto, 598 revistas brasileiras, bem como a inclusão da revista em indexadores eletrônicos. 

 

O Corpo Editorial Científico da revista é um colegiado integrado por especialistas distribuídos tanto por áreas e subáreas científicas como geograficamente, cujos membros têm envolvimento com o conteúdo dos fascículos e dos artigos, preocupando-se com a uniformidade, a continuidade, a qualidade e o rigor científico do conteúdo publicado. O Corpo Editorial Científico da ADM.MADE conta com nove membros, vinculados a quatro instituições nacionais e duas estrangeiras. As instituições nacionais representam quatro Unidades da Federação: Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

 

A ADM.MADE conta, dessa forma, com dois colegiados: o Corpo Editorial Científico e o Comitê Editorial. Este Comitê é responsável pelas diretrizes gerais que norteiam a publicação e conta, além dos editores responsáveis, com quinze membros, afiliados a onze instituições – duas estrangeiras e nove brasileiras. As instituições brasileiras representam seis Unidades da Federação: Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, como apresentado abaixo:

 

Comitê Editorial da Revista ADM.MADE

 

Adelaide Maria Coelho Baeta

Programa de Mestrado em Administração/Fundação Mineira de Educação e Cultura

Anna Maria de Souza M. Campos

Instituto de Medicina Social/Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Antonio Carlos Gastaud Maçada

Programa de Pós-Graduação em Administração/Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Deborah Moraes Zouain

Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas/Fundação Getulio Vargas

Felix Mora-Camino

Laboratoire d´Analyse et d´Architeture des Systèmes/Centre National de la Recherche Scientifique (França)

Fernando Guilherme Tenório

Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas/Fundação Getulio Vargas

Lamounier Erthal Villela 

Programa de Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação em gropecuária da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Luciano A. Prates Junqueira

Programa de Pós-Graduação em Administração/Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Luís Flávio Autran M. Gomes

Mestrado em Administração/Faculdades IBMEC-Rio de Janeiro

Neusa Maria Bastos F. Santos

Programa de Pós-Graduação em Administração/Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Norberto Hoppen

Programa de Pós-Graduação em Administração/Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Omar Aktouf

École des Hautes Études Commerciales de Montréal/Université de Montréal (Canadá)

Roberto Moreno

Departamento de Contabilidade/Universidade Federal Fluminense

Tania Maria D. Fischer

Núcleo de Pós-Graduação da Escola de Administração/Universidade Federal da Bahia

 

II) PARTICIPAÇÃO DE PESQUISADORES DE OUTRAS INSTITUIÇÕES NOS SEMINÁRIOS DE PESQUISA ELABORADOS NO MADE;

 

Outra atividade fundamental para as relações institucionais do MADE são os seminários de pesquisa. Dando continuidade a uma iniciativa estabelecida desde 2002, os seminários buscam criar um ambiente favorável ao encontro e intercâmbio de idéias entre os membros dos corpos docente e discente do MADE e de outras Instituições de Ensino e Pesquisa.

 

No ano de 2012, em substituição ao Seminário, o MADE co-realizou, junto com a  FACC/UFRJ – Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – AdCont. O AdCont, que aconteceu nos dias 09, 10 e 11 de outubro nas instalações do Campus Centro 1, na Av. Presidente Vargas. Em linha com  o que os Seminários do MADE buscam atingir, o AdCont teve do como objetivo propiciar aos acadêmicos e profissionais das áreas de Administração e Ciências Contábeis um espaço privilegiado para discussão de temas relevantes para as organizações públicas e privadas e para a sociedade.

 

O Prof. Jose Geraldo Pereira Barbosa, Coordenador do Programa de Mestrado do MADE, participou do Comitê Organizador do III AdCont e o Prof. Marco Aurélio Carino Bouzada coordenou a Divisão de Administração.  As sub-divisões de Estratégia, Organizações e Gestão da Informação e de Marketing foram coordenadas, respectivamente, pelos Prof. Claudio Pitassi e pela Profa. Cecília Matosso,

 

 

III) PARTICIPAÇÃO DE MEMBROS EXTERNOS EM BANCAS DE DISSERTAÇÃO;

 

A participação de professores e pesquisadores de outras instituições nas bancas de dissertação das teses de mestrado tem sido também uma importante fonte de troca de experiências. Em 2012, o MADE contou com a presença dos seguintes professores doutores:

 

Prof. Dr. Lamounier Erthal Villela – UFRRJ

Prof. Dr. Edson José Dalto – Ibmec/RJ

Prof. Dr. Luis Fernando Filardi Ferreira – Ibmec/RJ

Prof. Dr. Roberto da Costa Pimenta – FGV/RJ

Prof. Dra. Maribel Carvalho Suarez – UFRJ

Prof. Dra. Alda Rosana Duarte de Almeida – UFRJ

Prof. Dra. Sandra Regina da Rocha-Pinto – PUC-Rio

Prof. Dra. Denise Franca Barros – Unigranrio

Prof. Dr. Francisco Santos Sabbadini – UERJ

Prof. Dra. Denise Medeiros Ribeiro Salles – UFF

Prof. Dra. Deborah Moraes Zouian – FGV/RJ

Prof. Dra. Denise Lima Fleck – UFRJ

Prof. Dr. César Gonçalves Neto – UFRJ

Prof. Dr. André Lacombe Penna da Rocha PUC-Rio

Prof. Dr. Filipe João Bera de Azevedo sobral – FGV/RJ

Prof. Dr. José Ricardo da Silva Cereja – UNIRIO

Prof. Dr. Paulo Vicente dos Santos Alves – Fundação Dom Cabral

Prof. Dr. Angilberto Sabino de Freitas – Unigranrio

Prof. Dra. Roberta Dias Campos – UFRJ

Dr.  Fernando Antonio Araújo Longhi – Centro Tecnológico do Exército

Prof. Dra. Elaine Maria Tavares Rodrigues – UFRJ

 

 

IV) CONVÊNIOS FORMAIS INTERINSTITUCIONAIS;

 

Desde 2006, devido às estratégias tomadas pela Universidade Estácio de Sá, foram firmados novos convênios internacionais, sendo que alguns já estão assinados e possibilitam futuras relações do MADE com universidades estrangeiras. Além dos convênios firmados em 2006 com a Universidade Lusíada (Lisboa), e com a Università degli Studi Roma Tre, foi assinado, em 03 dezembro de 2007, convênio com a Universidade de Coimbra, voltado especificamente para área de administração. Entre as ações possíveis, é recomendada, em projetos comuns de pesquisa, colaboração que comporte: mobilidade de pesquisadores e docentes das duas instituições; a mobilidade de jovens pesquisadores comprometidos em programas de pós-graduação, com designação eventual de bolsas e o intercâmbio de material científico; de docentes e discentes dos programas.

O prof. Dr. José A. Soares da Fonseca diretor da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade de Coimbra, Portugal, e o Prof. Pierre Salama, Da École d'Economie de l' Université Paris Nord, Université Paris XIII, França, passaram a participar do Corpo Editorial Científico da Revista ADM.MADE.

 

 

V) PESQUISAS DE CAMPO EM UNIDADES E TERRITÓRIOS COM APOIO DE EMPRESAS E INSTITUIÇÕES;

 

Permanece a intenção do Programa em se ajustar cada vez mais à modalidade profissional. Para isso continuarão os esforços de focar a realização de pesquisas de campo em empresas e instituições, preferencialmente aquelas onde trabalham os mestrandos. Tal iniciativa tem possibilitado às organizações receber diretamente de seus colaboradores (mestrandos) um retorno dos resultados da pesquisa, o que tem colaborado para o aprimoramento de seus processos. Para ilustrar esta intenção, seguem abaixo as organizações que foram objeto de pesquisas de campo em2012:

- Pesquisa de campo realizada em 96 organizações brasileiras do setor de Tecnologia da Informação (TI)

- Pesquisa de campo realizada em 36 empresas do setor de TI do Estado do Rio de Janeiro: 3Elos, 3Con, Alcatel, AT&T, CISCO, CNPI, CPM Braxis, Crest Consulting, DBA, Engenet, FeC Consultoria, Gapso,  Georesearch, GKO, HP, Huawei, IBM, Intelie, LAB 245, Limux, Lumis, Marlin, Microsoft, Oi, Área de TI da Petrobras, PIX, Semp Toshiba, SERPRO, Siemens, SondaIT, TrendMicro, Área de TI da TV Globo, VERARI, Visagio, Webb. 

- Ministério da Defesa/ Comando do Exército - 3 pesquisas de campo: no Centro Tecnológico do Exército (CTEx); na Controladoria Regional; e na Seção de Inativos e Pensionistas (SIP) da 1a. Região Militar (1a. RM)

- Ministério da Defesa/ Comando da Marinha - Diretoria de Comunicações e Tecnologia de Informação da Marinha (DCTIM);

- UFRJ, UFMG e UFRGS;

- Natura;

- Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social);

- Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia);

- Embrapa CNP Agrobiologia;

- Empresa de Pesquisa Energética (EPE);

- Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais – Serviços Geológicos do Brasil;

- ENSP (Escola Nacional de Saúde Pública)/FIOCRUZ (Fund. Oswaldo Cruz);

- Serviço Social do Comércio (SESC) – Departamentos Nacional e Regionais;

- Banco do Brasil S. A.;

- PRODERJ (Empresa de Processamento de Dados do Estado do Rio de Janeiro);

- Pesquisa de campo em 8 resseguradoras: IRB, Ace, J. Malucelli, Austral, Mapfre, Munich, Chartis e XL; 

- Elevadores Otis S.A;

- JW Marriott Hotel Rio de Janeiro;

- Hotéis Othon S.A;

- Mundo Verde;

- Parker (empresa químico-farmacêutica);

- Associação Fluminense de Reabilitação;

- Pesquisa de campo nas empresas do Polo Spartaco (Cotia-SP), de empresas de economia de comunhão: Espri Empreendimentos, Serviços e Projetos Industriais; Uniben Fomento Mercantil; AVN Embalagens; Ecoar Produtos de Limpeza Ltda; Associação dos Funcionários do Polo Spartaco;

- Pesquisa de campo realizada em 32 micro e pequenas empresas pertencentes ao agrupamento comercial de empresas de autopeças da cidade fluminense de Nova Iguaçu; 

- Pesquisa de campo no Polo Biomóvel - Polo moveleiro do Planalto Norte Catarinense;

- Móveis 2K Ltda.;

- Refrigerantes Itamonte Ltda.;

- Supermercado Charme Ltda.;

- Mercado Hexa e Tal Com. Alimentos Ltda;

- Auto Center Xodó do Censlau Ltda.;

- Ultra Set Editora Ltda.