Logo Estácio


Corpo Docente Estácio

   Anna Tereza Miranda Soares de Moura

Possui graduação em Medicina pela Universidade Gama Filho (1987), Mestrado (2002) e Doutorado (2006) em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS / UERJ), com área de concentração em Epidemiologia.

Professora Titular do Curso de Medicina e do Mestrado Profissional em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá. Desenvolve pesquisas no campo da saúde coletiva, com metodologia quantitativa e área de interesse na saúde da criança, violência familiar contra a criança, promoção da saúde, linhas de cuidado de doenças crônicas.

É professora Adjunta do Departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas - FCM / UERJ. Atualmente ocupa o cargo de Vice-Diretora da FCM / UERJ. Também é vice-presidente da SOPERJ para o triênio 2016-2018.

Grupo de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família

Orientadora de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9879301891058503

 

 

 Carlos Henrique Assunção Paiva

B

Bacharel e licenciado em História pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UERJ; Aperfeiçoamento Profissional em Epidemiologia, pela ENSP/Fiocruz; Mestrado e Doutorado em Saúde Coletiva, pelo Instituto de Medicina Social/UERJ; Pós-doutorado em Sociologia da Saúde, no Departamento de Planejamento e Administração em Saúde (IMS/UERJ). É professor do Mestrado em Saúde da Família da Unesa; do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública da ENSP/Fiocruz; e do Programa de Pós-graduação em História das Ciências e da Saúde da COC/Fiocruz. É coordenador do Observatório História e Saúde (COC/Fiocruz-SGTES/MS-OPAS/OMS); Pesquisador Associado no Núcleo de Estudos em Diplomacia em Saúde - NETHIS (Fiocruz/UnB/OPAS/OMS) e membro do GT Trabalho e Educação da ABRASCO.  É coordenador Executivo da Biblioteca Virtual em Saúde História e Patrimônio Cultural da Saúde (BVS-HPCS) (Fiocruz/Bireme-OPAS/OMS); membro do Comitê Consultivo da BVS Bioética e Diplomacia em Saúde (Bireme-OPAS/OMS). Tem trabalhos publicados sobre formação e gestão do trabalho em saúde, Reforma Sanitária e o SUS; Saúde Internacional e diplomacia em saúde.

Grupo de pesquisa: Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família (Líder)

Linhas de pesquisa: Processo de trabalho e desenvolvimento profissional em saúde da família

Orientador de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3934119637060796

 

 Claudia Leite de Moraes

Possui graduação em Medicina (1986), mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2001). É Professora Titular do Curso de Medicina e do Mestrado em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá.  No Mestrado, desenvolve pesquisas no campo da saúde coletiva, com metodologia quantitativa e área de interesse na saúde da mulher e da criança e violência familiar. É professora associada do Departamento de Epidemiologia do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/UERJ), onde atua como professora do departamento de Epidemiologia e coordenadora do Programa de Investigação Epidemiológica da Violência Familiar (PIEVF), que congrega pesquisadores de diversas instituições de ensino/pesquisa e é sediado no Instituto de Medicina Social da UERJ. É Bolsista de Produtividade do CNPq (Nível 1-D). Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: violência familiar; saúde da família; saúde materno-infantil; estudos psicométricos de instrumentos de aferição epidemiológicos; adaptação transcultural de instrumentos de aferição; Atenção Primária à Saúde.

Grupo de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família

Orientadora de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/5017497295831399

 

 Katia Maria Braga Edmundo

Possui graduação em Psicologia (1987), Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2000); Especialização em Psicopedagogia Diferencial pela PUC-Rio e em Saúde Mental pelo IPUB/Rio de Janeiro, e Doutorado em Psicossociologia de Comunidade e Ecologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007).  No mestrado em Saúde da Família, orienta alunos e desenvolve projetos de pesquisa-intervenção que integram a linha Diagnóstico, práticas e tecnologias em Saúde da Família.  É professora no Seminário Integrado da graduação em Medicina na mesma Universidade. Também é Diretora Executiva da organização da sociedade civil  Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS), por meio da qual desenvolve projetos sociais voltados a promoção da saúde. prevenção das DST/HIV/AIDS, juventude e desenvolvimento comunitário. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Pública, Movimentos Sociais e Desenvolvimento, atuando principalmente nos seguintes campos: desenvolvimento comunitário, prevenção das DST/AIDS, promoção da saúde e educação comunitária.

Grupos de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família (Vice-líder); Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família; Práticas e tecnologias em saúde da família; Processo de trabalho e desenvolvimento profissional em saúde da família

Orientadora de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/0912017448666251

 

 Luciana Maria Borges da Matta Souza

Médica (1989), Residência em Pediatria (1992), Mestrado (1996) e Doutorado (2003) em Saúde da criança e da mulher pelo IFF/FIOCRUZ. Coordenadora do Curso de Medicina da Universidade Estácio de Sá Campus Arcos da Lapa. É professora do Mestrado Profissional em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá e Professora Adjunta do Departamento de Pediatria da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Pediatria. Atua em projetos de pesquisa com ênfase em processo de trabalho e formação profissional, atenção à saúde da criança e saúde da família. 

Grupos de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família; Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família; Práticas e tecnologias em saúde da família; Processo de trabalho e desenvolvimento profissional em saúde da família

Orientadora de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/1111943713453607

 

 Luiz Antonio Teixeira da Silva

Graduado em História (1987), mestre em Saúde Coletiva pela UERJ (IMS, 1994) e doutor em História Social pela USP (FFLCH, 2001). Bolsista de produtividade do CNPq e da Universidade Estácio de Sá.  Docente na disciplina Saúde da Família, na graduação em medicina da Universidade Estácio de Sá. No âmbito do ensino de pós-graduação, vinculado ao Mestrado Profissional em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá, ao Programa de Pós-graduação em Saúde da Mulher e da Criança do Instituto Fernandes Figueira (Fiocruz) e ao Programa de Pós-graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz (Fiocruz). Atua em pesquisa na área de História das Ciências, com objetos da História da Saúde, e na área da Saúde Coletiva, com tópicos relacionados à saúde da mulher. Possui interesse pelos seguintes temas: história da medicina e da saúde no Brasil políticas conhecimentos e práticas para o controle do câncer no Brasil; reprodução e parto. Nos últimos anos as publicações se direcionam as práticas e conhecimentos sobre o câncer no Brasil e sobre o processo de transformações nas práticas médicas relacionadas ao parto. Coordena os projetos Controle do Câncer – atores, cenários e políticas públicas, (parceria entre a Fiocruz e o Instituto Nacional de Câncer) e A medicalização do Parto no Brasil (Fiocruz COC/IFF e CNPq)

Grupo de pesquisa: Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Rede SUS e processo de trabalho em saúde da família

Orientador de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9439210358405759

 

 Paulo Henrique Almeida Rodrigues

Graduado em Ciências Sociais pela UFF (1978), Pós-graduação em Desenvolvimento Internacional e Cooperação na University of Ottawa (1987); Mestre em Saúde Coletiva pela UERJ (1999) e Doutor em Saúde Coletiva pela UERJ (2003). É professor adjunto do Departamento de Políticas, Planejamento e Administração do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e do Mestrado em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá, diretor adjunto do Centro Brasileiro de Estudos em Saúde (CEBES), consultor eventual em organismos como o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), Fundação Nacional de Saúde (FNS) e Organização Panamericana de Saúde (OPAS), principais interesses de pesquisa: políticas sociais/ Welfare State, relações entre o sistema político brasileiro e o Sistema Único de Saúde; Saúde da família, sistemas de informação geográfica aplicados ao planejamento e à gestão de saúde.

Grupo de pesquisa: Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Rede SUS e processo de trabalho em saúde da família

Orientador de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/4031753606677623

 

 Ricardo de Mattos Russo Rafael

Enfermeiro (2005). Mestre em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá (2009). Doutor em Ciências pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2014). É professor adjunto da Universidade Estácio de Sá (UNESA), atuando no quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família - Mestrado Profissional – e no Curso de Graduação em Medicina. É líder do Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família na mesma Universidade. É professor adjunto do Departamento de Enfermagem de Saúde Pública (DESP) da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), atuando na graduação, pós-graduação lato sensu (Residência em Enfermagem em Saúde da Família) e stricto sensu. Têm experiência em Saúde Coletiva com ênfase em Saúde da Família, trabalhando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, violência familiar, acesso aos serviços de saúde, autocuidado e atenção integral à saúde da mulher.

Grupo de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família (Líder)

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família

Orientador de Mestrado e Doutorado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3539811565590992

 

 Christiano Bittencourt Machado

Bacharel em Fisioterapia (2002), Doutor em Ciências Mecânicas, Acústicas, Eletrônicas e Robóticas pela Université Paris Sorbonne 6, França (2011) - com 'Mention Très Honorable' - e em Engenharia Biomédica pela COPPE/UFRJ (2011), e pós-doutorado no Instituto de Física da Universidad de la Republica (Uruguai). Seus interesses em pesquisa são: saúde do trabalhador, ergonomia e análise multicritérios de tomada de decisão em saúde. Na Universidade Estácio de Sá, atua como Assessor de Cooperação Internacional, professor do Programa de Mestrado em Saúde da Família, professor auxiliar na graduação, pesquisador e membro do Comitê de Ética em Pesquisa. Também é professor adjunto da UNIFESO (Centro Universitário Serra dos Órgãos) e diretor cultural e científico da Associação dos Fisioterapeutas do Estado do Rio de Janeiro (AFERJ).

Grupo de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Práticas e tecnologias em saúde da família

Orientador de Mestrado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/7354489537792188

 

 Luis Guilherme Barbosa

Graduação em Fisioterapia (1992), mestrado e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999 e 2003). É professor colaborador do mestrado em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá, atuando em disciplinas e projetos voltados à metodologia quantitativa e na área de saúde do trabalhador. Também tem se dedicado às questões da Qualidade de Vida no Trabalho.

Grupo de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família; Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família; Práticas e tecnologias em saúde da família; Processo de trabalho e desenvolvimento profissional em saúde da família

Orientador de Mestrado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/7765873330631829

 

 Maria Tereza Fonseca da Costa

Média, Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública - Fundação Oswaldo Cruz, Doutora em Saúde da Criança e da Mulher pelo Instituto Fernandes Figueira - FIOCRUZ. Médica da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e do Ministério da Saúde (MS), com atuação na área de gestão e planejamento em saúde, em diferentes setores. Professora do Curso de Medicina da Universidade Estácio de Sá, na área de Saúde Coletiva e Bioética. Professora do Mestrado em Saúde da Família da Estácio, nas disciplinas de Seminário Integrado, Gestão em Serviços de Saúde e Promoção/Educação em Saúde.

Grupos de pesquisa: Núcleo de Estudos sobre Diagnóstico, Práticas e Tecnologias em Saúde da Família; Rede SUS e processo de trabalho em Saúde da Família

Linhas de pesquisa: Diagnóstico local e vigilância em saúde da família; Rede SUS e processo de trabalho em saúde da família.

Orientadora de Mestrado

Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/0644410784940269