Logo Estácio


Apresentação

Clique aqui e acesse a estrutura curricular do Mestrado em PDF

Clique aqui e acesse a estrutura curricular do Doutorado em PDF

 

A estrutura curricular do curso possui como característica a coerência de suas disciplinas com as linhas de pesquisa existentes e suas ementas são rigorosamente analisadas a cada período, com atualização da bibliografia e aprimoramento das estratégias pedagógicas, onde são utilizadas diversas ferramentas, tais como: exposições dialogadas, dramatizações, seminários, trabalhos individuais e em grupo, discussão com experts do campo da saúde pública que são convidados a apresentarem seus trabalhos desenvolvidos em campo e mesas-redondas com egressos, o que aproxima o aluno do seu objetivo final: concluir um curso que lhe confere um grau de mestre e o capacita a atuar no campo da saúde da família.

 

O primeiro semestre do curso prioriza a construção de conhecimentos e habilidades para o uso de ferramentas para diagnóstico da situação de saúde na atenção básica, e mais particularmente na Saúde da Família, com as seguintes disciplinas:

- Diagnóstico Local de Saúde,

- Recursos Humanos e Formação Profissional em Saúde,

- Estado, Mercado e Políticas Públicas de Saúde,

- Introdução à Estratégia Saúde da Família e

- Seminário de Pesquisa I

 

O eixo do 2º semestre focaliza o planejamento e a avaliação de ações, no âmbito das políticas e organização de redes de serviços e das ações de atenção à saúde, além de apresentar as diferentes metodologias de pesquisa para o estudante, através das disciplinas:

- Gestão e Avaliação dos Serviços de Saúde da Família

- Práticas em Saúde da Família

- Promoção e Educação em Saúde

- Métodos em Pesquisa Qualitativa em Saúde

- Epidemiologia Aplicada aos Serviços de Saúde

- Seminário de Pesquisa II

 

Um bom reforço para a utilização prática dessas disciplinas de primeiro e segundo semestre é o Exercício Integrado. Ele pode ser resumido como sendo uma disciplina que utiliza como estratégia pedagógica a metodologia ativa de ensino-aprendizagem, onde ocorre articulação entre as diferentes disciplinas a partir de uma situação-problema, ambientada em município fictício de cerca de 40 mil habitantes, que dispõe de sistema de saúde deficiente, com baixa cobertura do Programa Saúde da Família, que sofre distintos conflitos sociais e políticos, além de ter administração local ineficiente e corrupta. A situação-problema traz dados epidemiológicos e sócio-demográficos do Caderno de Informações de Saúde do DATASUS de um município real, cujo nome e algumas características e indicadores são alterados. O exercício fornece informações adicionais acerca das condições de vida e saúde na área rural e em seis bairros da área urbana identificados em mapas fictícios e permite o exercício da entrevista, onde professores do curso interpretam personagens de relevância para a sociedade local. Esta disciplina se desenvolve ao longo de todo o primeiro ano de curso, sendo que no primeiro semestre volta-se para o desenvolvimento de um diagnóstico de situação local de saúde e no segundo semestre os estudantes devem planejar intervenções que ampliem a cobertura da ESF e aprimorem o desempenho da rede de ações e serviços de saúde. Esta segunda etapa do exercício parte do diagnóstico realizado no semestre anterior, sendo acrescidas informações detalhadas acerca dos recursos financeiros disponíveis e requer que os mestrandos, divididos em grupos, definam prioridades e metas.

 

O terceiro semestre do curso é dedicado à construção do projeto de pesquisa e sua qualificação, além das disciplinas eletivas, do Seminário de Pesquisa III e da cadeira Práticas em Saúde da Família, momento no qual o estudante do Mestrado, a partir de um roteiro pré-estabelecido, desenvolve um instrumento para diagnóstico de situação de gestão e o aplica em Clínicas da Família do município do Rio de Janeiro, no sentido de desenvolver habilidades de interpretação dos dados e solução de problemas do cotidiano de um espaço de saúde pública.

 

Quanto à produção de conhecimento, as disciplinas de métodos qualitativo (Métodos de Pesquisa Qualitativa em Saúde) e quantitativo (Epidemiologia Aplicada aos Serviços de Saúde), os seminários de pesquisa (I, II e III) e as disciplinas de Saúde da Família Baseada em Evidências e Ferramentas de Análise de Conteúdo se propõem a instrumentalizar os mestrandos na identificação de problemas passíveis de investigação, no reconhecimento de ferramentas metodológicas adequadas para a realização da pesquisa em serviço, como também na coleta, consolidação e análise crítica de dados produzidos no âmbito das equipes e ou disponíveis no sistema de informação. A escolha da melhor proposta metodológica é feita pelo aluno em parceria com seu orientador. De forma geral temos um equilíbrio numérico entre pesquisas de caráter quantitativo e qualitativo.

 

Por fim, o quarto semestre é dedicado essencialmente à orientação e defesa da Dissertação. A carga horária do Curso de Mestrado Profissional em Saúde da Família compreende 30 créditos em disciplinas, o que corresponde a 450 horas/aula. A Orientação de Dissertação e a Defesa de Dissertação complementam a carga horária do Curso com a atribuição de 12 créditos que correspondem a 180 horas/aula, totalizando 630 horas/aula e 42 créditos para integralização curricular.

 

Articulação com as Atividades em Serviço

Desde o 1º semestre são realizadas atividades em serviço no Programa de Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá - PSF-Estácio, na Policlínica Ronaldo Gazzola, nas unidades do sistema municipal de saúde das prefeituras conveniadas e nas demais unidades de ensino das universidades participantes do projeto. Acompanhado pelo orientador desde o início do curso, o mestrando desenvolve atividades de pesquisa vinculadas ao seu tema de dissertação e define o percurso a ser cumprido ao longo do curso para a elaboração e defesa da dissertação.

 

Área de Concentração: Saúde da Família

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA CURSO DE MESTRADO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

 

Área de Concentração: Saúde da Família

 

 

ESTRUTURA CURRICULAR

CRÉDITOS

HORAS/AULA

CÓDIGOS

1º Período

Diagnóstico Local de Saúde

Estado, Mercado e Política

Ciências Sociais em Saúde

Bases Filosóficas e Organizacionais da Saúde da Família

3

3

2

2

2

45

45

30

30

30

MSF0001

MSF0002

MSF0032

MSF0040

MSF0027

 

Subtotal

12

180

 

2º Período

Gestão e Avaliação de Serviços de Saúde da Família

Promoção e Educação em Saúde

Seminários de Pesquisa II

Recursos Humanos em Saúde e Formação Profissional

Epidemiologia Aplicada aos Serviços de Saúde

2

2

2

2

2

30

30

30

30

30

MSF0030 

MSF0031

MSF0028

MSF0003

MSF0039

 

Subtotal l

10

150

 

3º Período

 

 

 

 

 

Disciplinas Eletivas

 

 

 

 

 

Práticas em Saúde da Família

Exame de Qualificação

Seminários de Pesquisa III

Eletiva 1

Eletiva 2

2

2

2

2

2

30

30

30

30

30

MSF0034

MSF0006

MSF0035

 

ROL DE ELETIVAS

 

Saúde da Família Baseada em Evidências

Revisão de Literatura e Inglês Instrumental

Análise Qualitativa de Dados

Análise de Dados em Estudos Transversais

 

 

 

MSF0018

MSF0050

MSF0021

MSF0060

 

 

Subtotal

8

120

 

4º Período

Orientação de Dissertação

4

60

MSF0019

Defesa de Dissertação

8

120

MSF0029

 

Subtotal

12

180

 

 

Total Geral

42

630

 

 

A carga horária do Curso de Mestrado Profissional em Saúde da Família compreende 30 créditos em disciplinas correspondendo a 450 horas-aula. A Orientação de Dissertação e a Defesa de Dissertação complementam a carga horária do Curso com a atribuição de 12 créditos que correspondem a 180 horasaula, totalizando 630 horas aula e 42 créditos para integralização curricular.

 

 

Linhas de Pesquisa:

  • DIAGNÓSTICO LOCAL E VIGILÂNCIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA
  • PRÁTICAS E TECNOLOGIAS EM SAÚDE DA FAMÍLIA
  • PROCESSO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA
  • GESTÃO E INTEGRAÇÃO DA SAÚDE DA FAMÍLIA À REDE SUS
 

Linhas de Pesquisa

  • DIAGNÓSTICO LOCAL E VIGILÂNCIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA
  • PRÁTICAS E TECNOLOGIAS EM SAÚDE DA FAMÍLIA
  • PROCESSO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA
  • GESTÃO E INTEGRAÇÃO DA SAÚDE DA FAMÍLIA À REDE SUS