Logo Estácio


Programa Ciência sem Fronteiras

logo-ciencia

O Programa Ciência sem Fronteiras disponibilizou desde terça-feira (31/07), as novas chamadas para Graduação Sanduíche na Austrália, Alemanha, Canadá, Coréia do Sul, Estados Unidos, Holanda e Reino Unido. As inscrições vão de 06 de agosto a 14 de setembro.

Uma novidade das novas chamadas é que foram incluídos nas áreas e temas contemplados os itens de: Indústria Criativa, voltados a projetos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação (arquitetura, design, software, jogos de computadores, cinema, vídeo, fotografia, música, artes, televisão, conteúdos digitais, editoração e publicação eletrônica); Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva; e Formação de Tecnólogos, em todas as áreas e temas já contemplados pelo Programa.

Entre outros requisitos o candidato deve estar matriculado em curso de nível superior nas áreas e temas do programa; ter nacionalidade brasileira; ter cursado no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo previsto para seu curso e apresentar o teste de proficiência na língua do país de destino.

Para mais informações e/ou dúvidas sobre os procedimentos de inscrições e cronograma consulte chamadas para cada país e a Cartilha com Informações de Apoio ao Estudante no Exterior. No Instituto, os interessados deverão procurar o professor Marcelo Camilo, na sala 17 da Reitoria ou ligar para o telefone 4005-0771.

O Programa

O Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa do Governo Federal, por meio dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC) e suas instituições de fomento - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O CsF pretende propiciar nas áreas contempladas a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e instituições de pesquisa estrangeiras, objetivando promover a internacionalização da ciência e tecnologia nacional, estimulando estudos e pesquisas de brasileiros no exterior, inclusive com a expansão significativa do intercâmbio e da mobilidade de graduandos.

(Núcleo de Gestão do Programa Ciência sem Fronteiras)