Logo Estácio


Histórico da CPA

A CPA da ESTÁCIO – FIB foi instituída pela Portaria nº. 15 de 02 de dezembro de 2002. Em 2009, foi reestruturada tendo como referência às orientações da Lei 10.861/2004, que institui o SINAES. A cultura de avaliação das suas práticas pedagógicas e administrativas está presente na Instituição, desde sua constituição. A cultura de avaliação estabelecida na Instituição ao longo desses anos, atualmente, se torna um facilitador para a atuação da CPA. Desde 2004, a nova composição da CPA contempla representantes de diferentes segmentos da Instituição e da sociedade civil. Essa composição possibilita que as visões e percepções dos diferentes segmentos representados na Comissão sejam contempladas no processo de diagnóstico e análise das práticas da IES, resultando em um processo de avaliação coletiva mais consistente. O perfil dos gestores responsáveis pela administração da Instituição se constituiu em uma variável facilitadora do processo de amadurecimento dessas práticas ao longo dos anos. Por meio de Fóruns institucionais organizados pela CPA e realizados, normalmente, ao final do semestre letivo, as avaliações e reflexões sobre as práticas da IES sempre foram compartilhadas pela comunidade acadêmica.

Ações permanentes

  • Elaboração dos Relatórios de Autoavaliação Institucional.
  • Análise anual e revisão do PDI frente às ações implementadas.
  • Apresentação da análise do PDI aos gestores para realinhamento do planejamento da IES.
  • Incentivo à adoção de práticas institucionais que consolidem e sistematizem progressivamente a autoavaliação institucional.
  • Realização de campanhas sistemáticas de conscientização e estímulo à participação de docentes e discentes na avaliação.
  • Incentivo à participação de toda a comunidade acadêmica (gestores, docentes, discentes e funcionários) na elaboração do projeto de cada setor/curso/campus, através da metodologia do empowerment.
  • Facilitação para o acesso aos instrumentos de avaliação (internet). 
  • Divulgação ampla dos resultados das avaliações para docentes e discentes através da CPA, Intranet e cartazes no campus/campi.
  • Assessoramento técnico-pedagógico aos gestores de cursos/campi, mediante realização de reuniões.
  • Compartilhamento dos resultados obtidos através do processo de autoavaliação (gráficos, relatórios, pareceres, recomendações etc.), com vistas à analise da situação e consequente planejamento de ações de melhoria.
  • Discussão e recomendação de ações de melhoria com base nos resultados das avaliações por parte dos cursos e campus/campi.
  • Preparação e acompanhamento dos processos regulatórios e das visitas in loco(avaliação da IES e dos cursos).
  • Análise dos resultados das avaliações externas e proposição/recomendações de ações de melhoria.
  • Acompanhamento dos Resultados do ENADE.
  • Participação nas proposições das ações para o ENADE.
  • Recomendações de ações de melhoria, com base nos resultados do ENADE.
  • Participação na elaboração e acompanhamento dos Planos de Melhoria  dos cursos e da IES, em função dos resultados – CPC e IGC.
  • Participação na elaboração dos Protocolos de Compromisso.
  • Acompanhamento da implementação das ações de melhoria.
  • Análise comparativa dos resultados das ações implementadas.
  • Manutenção do site da CPA.