Logo Estácio


Sustentabilidade

A Estácio FIB utiliza o conhecimento produzido dentro da instituição, bem como sua infraestrutura, para ajudar no desenvolvimento do contexto em que se insere. Alunos, professores e outros colaboradores voluntários participam ativamente de projetos que, ao mesmo tempo, ensinam aos estudantes a importância de atuar de maneira responsável na sociedade e contribuem com a melhoria da qualidade de vida das comunidades carentes de Salvador.

NPJ - Núcleo de Prática Jurídica

Criado em 2002, o Núcleo de Práticas Jurídicas FIB tem por finalidade prestar orientações jurídicas e mediar conflitos nas áreas de família, cível e trabalhista. Sua proposta é consolidar os conhecimentos de seus alunos promovendo um estágio de qualidade, oferecendo-os oportunidades no contato prático profissional, levando os acadêmicos a uma visualização de horizontes mais amplos através das aulas ministradas por professores e advogados capacitados e do convênio com a Defensoria Pública do Estado.

O seu objetivo principal é levar à população carente atendimento jurídico gratuito. Este projeto busca integrar os ensinamentos teóricos aprendidos em sala de aula com a verdadeira prática jurídica, haja vista a riqueza dos questionamentos que a população hipossuficiente busca nesses encontros com os nossos discentes. Dessa forma, os futuros advogados vivenciam o que irão encontrar na vida profissional.

Seu público-alvo é a Comunidade Externa dos bairros pobres da Cidade Salvador.

 

CASA – Clínica de Atenção à Saúde

A CASA se propõe a prestar atendimento em saúde, com excelência em qualidade, por meio da valorização da interdisciplinaridade entre nossos colaboradores, corpo clínico e comunidade, visando a promoção, prevenção, reabilitação e cura dos nossos pacientes.

Seu principal objetivo é proporcionar ao acadêmico de saúde vivenciar sua futura profissão nos aspectos de promoção, prevenção, reabilitação e cura, num espaço compatível com as atividades práticas supervisionadas.

O acadêmico experimenta o ambiente ambulatorial nas suas variadas especialidades, sob forma prática e assistida prevista no projeto didático pedagógico do curso. O seu público alvo são pessoas da comunidade externa carente da população de Salvador.

 

Projeto Voluntariado da FIB

 

Projeto de Inclusão Digital

Uma das ações de Extensão promovidas pela Estácio FIB é o programa de inclusão digital, geralmente em parcerias com Instituições, ONG e Associações parceiras da Estácio FIB, Núcleo de Extensão e comunidades de baixa renda. 

O seu principal objetivo é inserir jovens e adultos que vivem em comunidade em situação de risco a uma oportunidade de capacitação e inclusão digital. 

Para isso, a Estácio FIB disponibiliza sua infra-estrutura de laboratórios, colaboradores do Núcleo de Extensão e alunos voluntários que organizam cursos e oficinas relacionados ao domínio das ferramentas de acesso à Internet e noções básicas de informática.

O Curso de Sistema de Informação, em conjunto com o Núcleo de Extensão e principalmente os alunos voluntários são os responsáveis pelas atividades do programa de inclusão digital e, através do Programa de Voluntariado, contribuem e se envolvem com as comunidades carentes.

 

Cursos de Captação Para a Comunidade

A FIB promove Cursos de Aperfeiçoamento e atualização para a comunidade em geral. Os cursos são ministrados por alunos da FIB, sob supervisão e orientação do professor ou podem ser ministrados pelo Professor, contando com a participação de discentes auxiliares. Exemplos de cursos: Formação de Camareiras, Formação de Garçons, Beleza e Estética, Inclusão Digital e Segurança Empresarial.

Seu objetivo principal é beneficiar jovens em situação de desvantagem social, residentes em comunidades de baixa renda, com idade entre 16 e 24 anos, estudando ou tendo concluído o ensino médio em escolas públicas.

Estes cursos ampliam as possibilidades de inserção de jovens em situação de desvantagem social e econômica no mercado de trabalho mediante o desenvolvimento de competências técnicas, pessoais, profissionais e sociais.

 

Dia da Responsabilidade Social

Todo ano é realizado; através do Núcleo de Arte, Cultura e Extensão; o Dia da Responsabilidade Social. Trata-se de uma grande mostra de ações sociais voltadas ao atendimento, que disponibiliza uma série de serviços à comunidade.

Seus principais objetivos são:

- Permitir a construção do conhecimento, através de uma inter relação entre teoria e prática;

- Possibilitar a interação entre Academia e Comunidade, favorecendo a troca de saberes e conhecimento;

- Promover atividades que propiciem a participação da comunidade, enquanto sujeitos e não como meros espectadores;

- Interligar as atividades de ensino e pesquisa com as demandas da comunidade. 

A iniciativa integra as ações de Responsabilidade Social e do Ensino Superior Particular. Instituído desde 2005 pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES), o evento visa fornecer informação e serviços básicos às comunidades em situação de risco da cidade de Salvador.

 

Projeto de Reformulação da Rádio BIF

A iniciativa pretende estruturar um grupo de estudo e trabalho para organizar o projeto de montagem e operacionalização da rádio interna da instituição.

Objetivos:

- Construir o projeto de reativação da rádio interna da Estácio/Fib;

- Oferecer aos alunos conhecimentos gerais sobre estruturação e funcionamento de uma rádio;

- Envolve-los em uma atividade paralela e de cunho educativo-cultural, capaz de colocar na prática alguns dos ensinamentos oferecidos em sala de aula.

 

Projeto Vivência Prática: Compromisso com a Responsabilidade Social

Para que o processo ensino-aprendizagem possa resultar em experiência exitosa, estimulante e socialmente relevante é indispensável a mediação de professores com práticas pedagógicas diversificadas, bom relacionamento interpessoal, domínio dos conhecimentos que devem ensinar e dos meios para fazê-lo com eficácia.

Refletir sobre esta perspectiva levou à elaboração do Projeto Vivência Prática: Compromisso com a Responsabilidade Social, a ser implantado pelo Curso de Nutrição, com a participação efetiva dos docentes e discentes, com o objetivo de oportunizar aos alunos a vivência pratica nas disciplinas e estágios em diversos campos, buscando a melhoria do processo ensino-aprendizagem, com o compromisso da responsabilidade social.

Em consonância com a política para a extensão adotada pelo Centro Universitário da Bahia, da socialização do saber acadêmico por meio de atendimento de demandas da comunidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e do desenvolvimento comunitário, o Curso de Nutrição vem oferecer aos alunos a oportunidade de participação nos projetos do Curso, tais como:

- Projeto Qualidade de Vida e Saúde: Abordagem Nutricional em nível ambulatorial em Consultório Dietético já implantado e desenvolvido na Clinica de Atenção a Saúde (CASA),

- Práticas Assistidas das disciplinas Avaliação Nutricional, Nutrição Humana, Nutrição nos Ciclos de Vida, Nutrição Materna e Infantil, Dietoterapia I e Dietoterapia II, ministradas nos três turnos do curso, cujas práticas efetivas ocorrem na Clinica de Atenção a Saúde (CASA),

- Na implementação do Projeto do Estágio na Área de Saúde Coletiva voltados à atenção Básica da Saúde, ainda em andamento.

O projeto compreende, portanto, um trabalho de responsabilidade compartilhada com professores e alunos, dentro de uma gestão participativa, incentivando também a oportunidade de envolvimento na saúde comunitária e no engajamento voluntário.

 

Projeto Qualidade de vida e Saúde: Abordagem Nutricional

Novas tendências no mercado de trabalho, tanto a nível público com programas de saúde multidisciplinar, bem como particular em instituições de todos os gêneros, levam à ampliação das áreas de atuação do nutricionista generalista, que contribui como os outros profissionais da equipe de saúde na melhoria da qualidade de vida da população.

Dentro do contexto da assistência em consultório, o atendimento nutricional consiste em prestar assistência especializada, por meio de entrevista, para levantamento do hábito alimentar e de dados antropométricos; realizar diagnóstico nutricional; dar orientação específica do plano alimentar, de acordo com o diagnóstico nutricional e médico; e seguir a evolução clínica e dietoterápica do paciente.

A presente proposta se destina à implantação do Consultório Dietético, através da utilização da infra-estrutura já disponível na Clínica-Escola do Centro Universitário Estácio da Bahia  - Estácio FIB. Dessa forma, o Centro Universitário Estácio da Bahia - Estácio FIB maximiza o aproveitamento em recursos materiais e humanos oferecendo à comunidade mais um profissional competente para atender à demanda social e promover saúde.

A criação do Consultório Dietético, além de oferecer à comunidade o atendimento nutricional, abre para a instituição um novo leque de possibilidades para desenvolver pesquisas e estudos, cumprindo o objetivo principal de unir ensino, pesquisa e extensão no exercício da interdisciplinaridade.

Com esse Projeto de Extensão centrado no aluno como sujeito do aprendizado, o professor deverá assumir uma postura de facilitador e mediador do processo ensino-aprendizagem. Tal metodologia deverá buscar uma formação integral e adequada do estudante no processo de uma reflexão crítica alicerçada na realidade local, regional e nacional e que esse processo esteja afinado com a extensão/assistência ambulatorial.