Logo Estácio


Projeto de Autoavaliação Institucional

 

O projeto de autoavaliação institucional adotado para o Centro Universitário Estácio do Ceará busca o desenvolvimento, qualidade e aperfeiçoamento das práticas acadêmico-administrativo, através do envolvimento de toda a comunidade acadêmica por meio do seu perfil e atuação institucional. Assim, o processo de avaliação institucional representa um instrumento fundamental para melhoria da IES, visto que fornece informações úteis para reflexão sobre as principais fragilidades e, objetivamente orienta o planejamento estratégico com foco em melhores programas, ações e eficácia institucional, acadêmica e social.

O processo de avaliação acompanha sistematicamente as ações das esferas acadêmicas e administrativas da IES, a fim de verificar se as metas elaboradas coletivamente estão sendo concretizadas. Portanto, a consonância entre o pretendido e executado é o que dá sentido à avaliação, buscando atender a uma tripla exigência da instituição contemporânea: 1) Ser um processo contínuo de aperfeiçoamento do desempenho acadêmico; 2) Ser uma ferramenta para o planejamento e para a gestão universitária; 3) Ser um processo sistemático de prestação de contas à sociedade.

Alicerçado por este referencial, a construção conjunta do Projeto de Autoavaliação Institucional ao Plano de Desenvolvido Institucional (PDI) orienta a gestão do Centro Universitário Estácio do Ceará, visto que aborda de forma qualitativa e quantitativa a eficácia do modelo institucional adotado, anuncia a missão da IES e contextualiza o princípio de educação com a prática realizada.

Assim, com base nos princípios acima descritos, a Autoavaliação Institucional tem por Objetivo Geral: Desenvolver o Projeto de Autoavaliação como um instrumento capaz de promover o autoconhecimento institucional para fornecer subsídios às dimensões política, acadêmica e administrativa úteis ao aperfeiçoamento da qualidade em gestão e do tripé Ensino, Pesquisa e Extensão. Dentre os Objetivos Específicos, destacam-se:


• Estimular a comunidade acadêmica para adesão ao processo de autoavaliação, sensibilizando sobre a necessidade de um pensamento autocrítico, consciente e com foco na revisão das ações planejadas;


• Diagnosticar e analisar as ações implementadas pelo Tripé Ensino, Pesquisa e Extensão, os quais são apresentadas no relatório final de autoavaliação


• Identificar as potencialidades e fragilidades da IES com base nas dez dimensões previstas em lei, propondo melhorias para solucionar os problemas detectados e na reformulação do Projeto Institucional;


• Fundamentar e articular as políticas de gestão da IES;


• Colaborar para a transparência da Instituição como um todo, em seus diversos níveis;


• Fortalecer o compromisso social da Instituição. O processo de autoavaliação institucional no Centro Universitário Estácio do Ceará é coordenado pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) e decorre em atenção aos princípios de flexibilidade e liberdade preconizados pela Lei 9.394/96 - LDB da Educação Nacional e pela Lei 10.861/04, que instituiu o SINAES.

A referida Comissão é representada por membros dos diferentes segmentos da IES e sociedade civil estando designada para delinear, sistematizar, refletir e cuidar dos interesses da instituição. As atividades envolvem a colaboração da comunidade acadêmica, as quais são amparada pela Mantenedora e apoio da alta gestão da IES.

:: Autoavaliação Institucional