Logo Estácio


Sobre a Instituição

Apresentação

Criada no ano de 2000 a Faculdade Estácio de Macapá é uma das pioneiras no Estado do Amapá. Já encaminhou centenas de profissionais ao mercado de trabalho colaborando com o desenvolvimento local. Possui um corpo docente qualificado com grande número de mestres e doutores.

Em 2012 a Instituição passou a fazer parte do Grupo Estácio, ampliando suas possibilidades de crescimento, atualizando infraestrutura e implantando as mais modernas ferramentas de ensino. Em 2014 passou a utilizar a denominação Faculdade Estácio de Macapá- Estácio Macapá, antes denominada Faculdade SEAMA.

Hoje, a Estácio de Macapá oferta 10 cursos de graduação e cerca de 20 cursos de pós-graduação lato-senso. Tem como vertente a responsabilidade social e dá retorno a comunidade através de grandes projetos de assistência social como o Dia E, que oferece serviços gratuito a comunidade. Por sua postura já foi reconhecida através de prêmios nacionais e locais como a melhor instituição de ensino do Amapá.

Mantenedora: SOCIEDADE EDUCACIONAL DA AMAZÔNIA LTDA - FACULDADE SEAMA.

 

Missão, Visão, Princípios e Objetivos

MISSÃO

 

Propiciar educação transformadora para formação de cidadãos éticos, humanísticos e competentes, por meio da integração do ensino, da iniciação científica e da extensão, contribuindo para o desenvolvimento sustentável, científico, tecnológico, sociocultural e político da sociedade.

 

VISÃO

 

Ser reconhecida pelos alunos, colaboradores e sociedade como a melhor Instituição de Ensino Superior da região amazônica.

 

VALORES

 

  • Foco no Aluno: o aluno é nossa razão de ser.
  • Gente e Meritocracia: valorizamos e reconhecemos o mérito do maior ativo que possuímos.
  • Excelência: perseguimos a excelência na prestação de serviços dentro e fora da sala de aula.
  • Hospitalidade: tratamos as pessoas como gostamos de ser tratados.
  • Simplicidade: devemos ser simples para sermos ágeis e austeros.
  • Inovação: devemos criar e ousar sempre.
  • Resultado: perseguimos resultados extraordinários com paixão e método, agindo sempre como “donos”.
  • Ética: não toleramos desvio de conduta.
 

Breve Histórico da IES

A Faculdade Estácio de Macapá veio atender a necessidade social, econômica e política do Estado do Amapá, tendo sido credenciada pelo MEC por meio da Portaria n° 2.152, de dezembro de 2000, com sede e foro na cidade de Macapá, Município de mesmo nome, no Estado do Amapá. A IES caracteriza-se por ser um estabelecimento isolado particular de ensino superior, de pesquisa e de prestação de serviços à comunidade, regendo-se pela Legislação Federal vigente, por seu Regimento e demais normatizações.

A oferta de vagas para o ingresso na Faculdade Estácio de Macapá deu-se em 2001, com entradas para os cursos de Graduação – Bacharelado em Turismo, Portaria nº 2.152, expedida pelo MEC em 28 de dezembro de 2000, e Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, com autorização do MEC pela Portaria nº 139 de 01 de fevereiro de 2001. Até então, o Amapá contava com apenas uma IES particular, com poucos cursos. Foram autorizados e reconhecidos quatorze cursos de graduação na Estácio Macapá, todos obtendo conceito satisfatório perante o MEC, sem diligência: Nutrição, Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade e Propaganda e em Relações Públicas), Biomedicina, Psicologia, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Turismo, Sistemas de Informação, Direito, CST em Redes de Computadores e CST em Informática Educativa. Hoje os cursos de Relações Públicas, Fonoaudiologia, Turismo e CST em Informática Educativa estão em extinção, pois com o passar dos anos, houve uma redução gradativa na procura por estes cursos.

Em 2012, a faculdade foi incorporada ao Grupo Estácio. Acreditando que o investimento na educação superior é a melhor e mais efetiva forma de contribuir com o desenvolvimento sustentável da Amazônia, a Estácio trouxe qualidade aos serviços oferecidos, uma vez que, além de fortalecer os projetos relevantes já existentes, implantou novos projetos e serviços que valorizaram a formação do corpo docente e discente voltada para as questões dessa região.

Atualmente, a Estácio Macapá conta com 10 (dez) cursos de graduação: Biomedicina, Enfermagem, Direito, Fisioterapia, Comunicação Social (Habilitação em: Jornalismo, Publicidade e Propaganda), Nutrição, Psicologia, Sistema de Informações e CST em Redes de Computadores.

Nos últimos anos, o número de IES e a oferta de vagas no ensino superior, no Estado, foram significativamente ampliados, principalmente, na capital Macapá. Isso tornou o cenário local muito diferente daquele no qual surgiu a Faculdade, no ano de 2000 e, daquele no qual foi aprovado o primeiro PDI. Quando de sua fundação, o maior propósito da Faculdade Estácio Macapá era de contribuir para o desenvolvimento do Amapá, possibilitando formação superior a seus cidadãos, em áreas até então inexistentes. Com a incorporação ao Grupo Estácio, novas perspectivas se abriram.

Com a integração ao Grupo Estácio, os docentes passaram a participar de vários Programas de desenvolvimento, dentre eles:

  1. o Programa de Incentivo à Qualificação docente – PIQ Formação Continuada, que tem dentre os seus objetivos oferecer aos professores da Estácio, ativos no exercício de suas funções, cursos de aperfeiçoamento/atualização nas práticas de ensino e de integração com o modelo de qualidade de ensino da Estácio, visando à sua formação continuada.
  2. O PIQ Mérito que se desdobra em duas ações importantes. A primeira, voltada ao reconhecimento e incentivo à produção científica, é o Concurso Nacional Interno de Produção Científica, Trabalhos de Extensão e Ensaio que premia, anualmente, 70 trabalhos. A segunda é a concessão de bolsas para cursos de pós-graduação stricto sensu, de programas internos e externos, com o objetivo de estimular a titulação do professor para atender as necessidades das áreas de conhecimento: Ciências Jurídicas, Comunicação e Artes, Educação e Licenciaturas, Tecnologias da Informação, Saúde, Engenharias, e Gestão. Numa perspectiva de complementaridade integram-se, também, ao PIQ o Fórum Nacional de Docentes.
  3. O PIQ Fórum é um evento anual que congrega representantes de todas as unidades e de todos os cursos em torno de um tema. Nele são realizadas palestras com profissionais reconhecidos na sociedade, grupos de trabalhos, além de ações de reconhecimento como a apresentação de melhores práticas e entrega dos prêmios aos vencedores dos concursos realizados.

O fortalecimento da pesquisa vem ocorrendo por meio do PIC Estácio, que é um programa voltado para o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de Graduação do ensino superior, conduzindo à sistematização e institucionalização da pesquisa. Busca intensificar a interação docente-discente na prática investigativa, atuando como instrumento de fomento à construção do saber científico visando à formação de profissionais capazes de se posicionar e atender de forma crítica e autônoma, às demandas do mercado decorrentes das condições criadas pelo confronto com os problemas de pesquisa.

A Faculdade Estácio de Macapá surge no cenário amapaense e regional buscando assegurar em sua atuação o compromisso social e político com o ensino de graduação, com evidente destaque para os cursos das áreas da saúde, mas não descuidando das demais áreas em que atua. Neste sentido, os pressupostos que orientam a missão acadêmica da IES estão pautados no crescimento crítico do indivíduo dentro de princípios sociais, éticos, solidários e justos. Aliando-se às políticas públicas de educação e de saúde e, efetivamente, adequando-se às realidades políticas, sociais e econômicas da região amazônica.

 

Atos Autorizativos

CURSOS

AUTORIZAÇÃO

RECONHECIMENTO

RENOVAÇÃO DE

RECONHECIMENTO

Biomedicina

Portaria MEC de autorização nº 3634 de 04 de dezembro de 2003.

Portaria MEC de reconhecimento nº 1136 de 25 de agosto de 2010.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 821 de dezembro de 2014.

Direito

Portaria MEC de autorização nº 3356 de 05 de dezembro de 2002.

Portaria MEC de reconhecimento nº 386 de 22 de setembro de 2011.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 269 de 03 de abril de 2017.

Enfermagem

Portaria MEC de autorização nº 890 de 13 de novembro de 2006.

Portaria MEC de reconhecimento nº 363 de 23 de agosto de 2011.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 01 de 06 de janeiro de 2012.

Fisioterapia

Portaria MEC de autorização nº 1811 de 30 de dezembro de 2003.

Portaria MEC de reconhecimento nº 1272 de 02 de setembro de 2010.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 592 de 22 de outubro de 2014.

Jornalismo

Portaria MEC de autorização nº 139 de 01 de fevereiro de 2001.

Portaria MEC de reconhecimento nº 3107 de 09 de setembro de 2005.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 269 de 03 de abril de 2017.

Nutrição

Portaria MEC de autorização nº 2493 de 21 de novembro de 2001.

Portaria MEC de reconhecimento nº 3106 de 09 de setembro de 2005.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 175 de 20 de março de 2014.

Publicidade e Propaganda

Portaria MEC de autorização nº 1609 de 24 de julho de 2001.

Portaria MEC de reconhecimento nº 3107 de 09 de setembro de 2005.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 269 de 03 de abril de 2017.

Psicologia

Portaria MEC de autorização nº 1811 de 30 de maio de 2005.

Portaria MEC de reconhecimento nº 588 de 17 de março de 2011.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 269 de 03 de abril de 2017.

Sistemas de Informação

Portaria MEC de autorização nº 1154 de 11 de julho de 2001.

Portaria MEC de reconhecimento nº 3105 de 09 de setembro de 2005.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 1093 de 24 de dezembro de 2015.

CST em Redes de Computadores

Portaria MEC de autorização nº 2695 de 25 de setembro de 2002.

Portaria MEC de reconhecimento nº 126 de 06 de novembro de 2006.

Portaria MEC de Renovação de Reconhecimento nº 1093 de 24 de dezembro de 2015.

 

Resultados das Avaliações Externas

 

Exame Nacional de Desempenho do Estudante (ENADE) e Conceito Preliminar dos Cursos (CPC) – (2014 – 2015)

 

CURSO

Conceito ENADE (Contínuo)

Conceito ENADE (Faixa)

CPC (Contínuo)

CPC (Faixa)

ENADE 2015

Direito – Bacharelado

1,99

3

2,55

3

Jornalismo - Bacharelado

1,19

2

2,27

3

Publicidade e Propaganda – Bacharelado

2,24

3

3,87

4

Psicologia – Bacharelado

2,43

3

3,04

4

ENADE 2014

CST em Redes de Computadores

1,1

2

2,72

3

Sistemas de Informação

2,1

3

3,62

4

 

Conceito de Curso – CC

 

NOME DO CURSO

ATO

REGULATÓRIO

GRADUAÇÃO

CONCEITO CURSO - CC

ANO

CC

Biomedicina

Reconhecimento

Bacharelado

4

2009

Renovação de Reconhecimento

Automática

Bacharelado

-

2014

Psicologia

Reconhecimento

Bacharelado

4

2010

Renovação de Reconhecimento

Automática

Bacharelado

-

2017

Enfermagem

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

2016

Fisioterapia

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

2016

Nutrição

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

2016

Direito

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

2015

Publicidade e Propaganda

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

 

2014

CST em Redes de Computadores

Renovação de Reconhecimento

Tecnológico

4

2014

Jornalismo

Renovação de Reconhecimento

Bacharelado

4

2012

Sistemas de Informação

Renovação de Reconhecimento

Tecnológico

4

2011

 

 

 

Regimento

O referido documento institucional encontra-se no link ao lado. <<Regimento>>

 

DIRIGENTES

ÓRGÃOS COLEGIADOS

 

DELIBERATIVOS

Conselho Superior de Administração – CONSUAD

Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CONSEPE

 

NORMATIVOS

Comissão Própria de Avaliação – CPA

Comitê de Ética e Pesquisa – CEP

Colegiado de Curso – COC

Núcleo Docente Estruturante – NDE

 

ÓRGÃOS EXECUTIVOS

 

Direção Geral

Aline Búrigo

 

Direção Acadêmica

Ana Patrícia Dias da Cunha Nepomuceno

 

Direção Administrativo–Financeira

Risolene do Socorro Batista Ferreira