Logo Estácio


NOTÍCIAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) - 2019

NOTAS, NOTÍCIAS E PROGRAMAÇÕES DO PPGE

 

Novembro/2019

 

Nos dias 27 e 28 de novembro, foi realizada a 2ª Jornada de Pesquisa do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estácio de Sá. Nestes dois dias foram apresentados trabalhos de alunos e egressos do PPGE, que tem as seguintes linhas de pesquisa: Representações Sociais e Práticas educativas Tecnologias de Informação e Comunicação nos Processos Educacionais Políticas, Gestão e Formação de Educadores. Contou também com a presença de alunos do Doutorado Interinstitucional em Educação (DINTER) de Taubaté e alunos vinculados ao PPGE vindo dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. As professoras doutoras: Laélia Portela, Rita Lima Pereira e Stella Pedrosa formam a comissão organizadora desse evento.

A Jornada tem como objetivos:

  • Oferecer um espaço integrado de compartilhamento e discussão para apoiar o diálogo entre os pesquisadores que trabalham nas três linhas de pesquisa que o programa abriga;
  • Proporcionar oportunidades de participação supervisionada dos estudantes em discussões acadêmicas em um fórum mais amplo, de modo a apoiar o processo de formação de novos pesquisadores conduzido no programa.

A programação completa pode ser consultada em: https://jornadasdepesquisa.home.blog/

Palestra de abertura  Profa. Dra. Cintia Chung Marques Correa (UCP)ao lado da Profa. Laélia Portela

  

Foto 1: Telma Jannuzzi (egressa doutorado) no lançamento de seu livro.

Foto 2: Profa.:  Dra. Edna Chamon com os alunos do DINTER Taubaté .

 

 

Palestra – Políticas educacionais numa perspectiva histórica: desafios ainda presentes.

Profa. Dra. Alzira Batalha Alcântara (Coordenadora - PPGE/UNESA)

 

Apresentação de Banners e participação de professores, alunos e convidados do PPGE.

    

   

Alunos e egressos do PPGE criaram um canal para troca de ideias, divulgação de trabalhos, eventos e pesquisas realizadas essa Fanpage pode ser acessada pelo link: https://www.facebook.com/unesa.ppge/

 

 

Fanpage.

 

:: internacional

PARTICIPAÇÃO DE PROFESSORA E ALUNO DO PPGE EM DAKAR

Evento Doctoriales internationales: recherches-action et transformation sociale realizado em 25 a 29 de novembro. Na Universite Cheik Anta Diop, Dakar.

             

Dra. Inês Barbosa de Oliveira ao lado do doutorando Luís Carlos Sá (à direita).

 

 

 :: internacional

APRESENTAÇÃO DE TRABALHO NO RENIERS-CEMERS, MÉXICO

     

A Profa.:  Dra. Clarilza Prado apresenta trabalho no  V Colóquio Nacional de Investigaciòn em Representaciones sociales : lós desafios teóricos y metodoógicos en la investigación en educación y otros campos de las ciencias sociales .

 

 :: internacional

PROFESSORA INÊS BARBOSA ENTRE PESQUISADORES NA UNIVERSIDADE DE LONDRES

 

A Profa.:  Dra. Inês Barbosa de Oliveira em evento acadêmico na Inglaterra com o pesquisador Tristan Moccowan (no fundo).

:: eventos

IV SEMINÁRIO NACIONAL DA REDE MAPA EM TOCANTINS

Realizado nos dias 11,12 e 13 de novembro em Palmas (TO) o evento tem como tema central "Democratizar a gestão da educação: (pro) posições político-institucionais em municípios brasileiros". A professora doutora Alzira Batalha participou da mesa-redonda Condições político-institucionais dos sistemas municipais de ensino para a gestão democrática nos estados do Rio de Janeiro, Paraná e Ceará junto com as professoras doutoras: Dra. Simone de Fátima Flash (UEPG) Dra. Clarice Zientarski (UFC) coordenada pela profa.dra. Dra. Kátia Cristina Custódio Ferreira Brito (UFT).

Profa.dra:  Alzira Batalha – Mesa redonda

                             Apresentação de jovens sanfoneiros no evento

Profa.dra:  Alzira Batalha (2ª à direita)

 

 

 REVISTA EDUCAÇÃO E CULTURA CONTEMPORÂNEA, DO PPGE, NO PORTAL DO EDUC@

 

No mês de novembro a notícia destaque é a difusão da Revista do PPGE no Educ@. O portal funciona como difusor de informações de relevância para comunidade científica, pois é um indexador  de amplo acesso a coleções de periódicos científicos na área da educação. Acesse o link: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=2238-1279&lng=pt&nrm=iso

Selo comemorativo  pelos 15 anos da REEDUC

 

:: eventos

 

LANÇAMENTO DE LIVROS 

No início do mês de novembro, houve na livraria Travessa, o lançamento do livro Uma Porta Aberta: relações sociais de tecnologia assistiva, os autores são: a professora Helenice Maia e o doutorando Thiago Sardenberg,  ambos do PPGE. O livro  aborda a temática da inclusão por um viés ainda pouco explorado. Analisam e comparam representações sociais de professores e responsáveis por deficientes visuais das séries iniciais do ensino fundamental. Utilizam o termo tecnologia assistiva visando mostrar que o termo definido há 15 anos ainda é desconhecido.

 

Dando continuidade as atividades conjuntas entre o PPGE e o curso de graduação em Pedagogia, neste mês de novembro realizamos as mesas redondas no Campus Centro I com Lançamento de livros e publicações de artigos acadêmicos. No dia  6 de novembro foi realizada no Auditório Profa. Alda Mazzotti, a mesa redonda para o lançamento dos livros:  organização da professora Inês Barbosa de Oliveira; de Allan Rodrigues (prof. Graduação em Pedagogia (UNESA))  e Thiago Ribeiro (INES), 

 

O doutorando e professor da UNESA Luiz Carlos de Sá Campos publicou no livro: Práticas Docentes Metodologias e Inclusão: um olhar desde a complexidade da escola à universidade o  artigo: A educação na construção da identidade A partir do diálogo entre a História e a Literatura como uma das representações do negro.

 

 

 

 

 

:: eventos

 

A tese da Doutoranda do PPGE Márcia Souza (bolsista Educare) foi classificada entre as cinco da modalidade "Futuro do Trabalho", conforme publicado no último Boletim Faperj. Esse prêmio recebeu 117 inscrições, sendo 87 dissertações de mestrado e 30 teses de doutorado, de 22 instituições de ensino do estado do Rio de Janeiro. Ficar entre as cinco de "Futuro do Trabalho" foi uma grande vitória. Concorremos com áreas de Engenharia de grandes instituições públicas.

:: prêmios

ESCOLAS PÚBLICAS  SOB A GESTÃO DE ALUNAS E EGRESSAS DO PPGE RECEBEM PRÊMIO PAULO FREIRE

 

A escola municipal Bernardo de Vasconcelos cuja gestora é  Daniela Azinni, egressa do PPGE, orientanda da professora Alzira Batalha, também ganhou Prêmio Paulo Freire. Daniela assumiu a gestão da escola após concluir o mestrado. A escola estadual Favo de Mel também recebeu o Prêmio  Paulo Freire, quem recebeu a premiação foi a doutorando do programa, Ana Paula Machado , PPGE  e inserção social!!!

 

 

  ­

 

 

 

 

Abril/2019

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO DE 2019.2  

A secretaria do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estácio de Sá recebe inscrições de candidatos que desejam pleitear uma vaga para o mestrado e para o doutorado em Educação. As provas serão realizadas dia 25 de junho de 2019 e a documentação pode ser entregue pessoalmente ou via correio.

Os detalhes podem ser consultados nos editais específicos, disponíveis no site http://portal.estacio.br/cursos/mestrado-e-doutorado/educação/processo-de-seleção.

Inscrição presencial: 26/04 a 24/06/2019.

Informações através do e-mail: ppgeducação@estacio.br ou pelo telefone : +55 (21) 2206-9726

 

DOUTORADO INTERINSTITUCIONAL UNESA-UNITAU INICIA SUAS ATIVIDADES

Tiveram início em abril, as aulas da primeira turma do Doutorado Interinstitucional – DINTER organizado entre Universidade Estácio de Sá/RJ e a Universidade de Taubaté/SP. O DINTER é uma modalidade de formação doutoral em turma única na qual uma instituição promotora (a Universidade Estácio de Sá) oferece um curso de doutorado em cooperação com uma instituição receptora (a Universidade de Taubaté - UNITAU). O objetivo do DINTER é viabilizar a formação de doutores fora dos centros consolidados de ensino e pesquisa, subsidiando a criação de novos programas de pós-graduação stricto sensu. O curso de Doutorado em Educação da UNESA foi procurado pela UNITAU em função de seu corpo docente consolidado, formado por doutores com larga experiência e atuação em educação, no Brasil e no exterior, e participantes de redes de pesquisa nacionais e internacionais na área.  Com uma turma de 22 alunos, o curso de Doutorado em Educação atende uma demanda crescente de formação de pesquisadores doutores na região do Vale do Paraíba Paulista e amplia as atividades da Estácio na nucleação de novos cursos em cooperação com outras instituições. Na foto, a coordenadora local do doutorado, Edna Chamon, aparece abraçada aos doutorandos.

 

:: internacional
DISCIPLINA “EDUCAÇÃO E DEMOCRACIA” REÚNE PROFESSORES BRASILEIROS E ESTRANGEIROS E ATENDE CHAMADO DA ANPED 

APROVEITAR, MAS TEM Q SER OUTRA NOTICIA. 

 Aderindo à proposta da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), o PPGE da UNESA oferece, neste 1º. semestre de 2019, a disciplina eletiva "Educação e Democracia: possibilidades, impasses, demandas e limites".  A ideia é debater o tema da Democracia e sua relação com a Educação e os direitos humanos a partir de diferentes pontos de vista, envolvendo não somente professores do Programa de Pós-Graduação em Educação, mas também do PPG em Direito da Estácio, além de docentes de outras universidades. A disciplina, sob coordenação da Prof.ª.  Inês Barbosa de Oliveira, se desenvolve no formato de um ciclo de palestras, e neste mês de abril recebeu a Prof.ª Stéphanie GASSE, maître de conférences na Universidade de Rouen, doutora em Educação pela mesma Universidade (2008) que apresentou seu trabalho   "O Direito à educação no contexto africano: um olhar a partir do Burkina Faso", a partir dos resultados de uma longa pesquisa sobre a situação local, que ela conhece bem.  

 

:: internacional
ANTOLOGIA FRANCESA INCLUI TEXTO DA PROFª INÊS DE OLIVEIRA

A professora Inês Barbosa de Oliveira, do PPGE, está entre os autores de uma obra recém-publicada na França sob o título “Anthologie Internationale de Pédagogie Critique”. O livro é coordenada pela professora Irène Pereira, da ESPE Créteil. A Profª Inês é autora do capítulo "Contributions de Boaventura de Sousa Santos à la réflexion pédagogique: principes émancipatoires et curricula penséspratiqués". A coletânea conta com colaborações de pesquisadores de diferentes universidades europeias e latino-americanas e foi editada pelas Editions du Croquant, de Vulaines-sur-Seine.

 

Ainda em abril, uma entrevista com a Profª Inês de Oliveira foi publicada no portal da Revista Poli, da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/FIOCRUZ. Na entrevista, a professora faz duras críticas à Reforma do Ensino Médio e aos chamados itinerários formativos, por considerar que é uma reforma que reproduz a exclusão social cassando direitos dos estudantes.

 

:: eventos
SIMPÓSIO DA ANPAE CONTA COM TRABALHOS DE PROFESSORAS E EGRESSA DO PPGE

Professores e alunos do PPGE participaram do XXIX Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação: Estado, Políticas e Gestão da Educação: Resistência ativa para uma agenda democrática com justiça social, ocorrido na Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba entre os dias 16 e 18 de abril de 2019 promovido pela Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE).

A Profª. Dra. Alzira Batalha Alcântara, em parceria com a recém doutora Roseli Maritan de Aboim Costa, apresentaram comunicação intitulada “Ensino fundamental: tensões acerca do corte etário no estado do Rio de Janeiro”.

A Profª. Dra Laelia Portela apresentou o trabalho “É inclusivo? É democrático? Uma leitura sobre o ProUni a partir de uma análise de teses em educação. ”

ANPAE - Alzira Batalha e Laélia Portela

 

PPGE/UNESA RECEBE REUNIÃO TÉCNICA DA ANPEPP

A Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia (ANPEPP) integra programas de pós-graduação vinculados a instituições de ensino superior com objetivo de fomentar a formação de profissionais para pesquisa e pós-graduação em Psicologia e áreas afins. Simpósios da Associação acontecem a cada dois anos, quando se reúnem os 79 Grupos de Trabalho (GT) atualmente cadastrados. A Linha de Pesquisa “Representações Sociais e Práticas Educativas”, do PPGE/UNESA, participa do GT “Representações Sociais”. Reuniões Técnicas podem ocorrer entre os simpósios bienais e o PPGE/UNESA, em parceria com o CEFET-RJ, promoveu uma nos dias 29 e 30 de abril de 2019. No dia 29, no CEFET-RJ, foi proposto um encontro entre pesquisadores do PPGE/UNESA e do CEFET. E no dia 30, na UNESA/RJ, houve um encontro entre pesquisadores do GT “Representações Sociais” e convidados. As seguintes palestras foram ministradas, com posterior debate: “Olhares psicossociais para a prática docente” (Adelina Novaes – Unicid/FCC); “Abordagem antropológica no estudo de práticas” (Ricardo Vieiralves de Castro – Uerj); “O estudo das relações entre práticas sociais e as representações” (Pedro Humberto Faria Campos – UNESA/RJ). A Reunião foi organizada pelas coordenadoras do GT, Clarilza Prado de Sousa (PUC-SP) e Daniela Freire (UFMT), com apoio do CEFET e da UNESA


Profª. Clarilza Prado de Sousa (PUC-SP) e Prof. Pedro Humberto (UNESA)

 


Professores reunidos no CEFET:  Alda Judith Alves-Mazzotti, Rita Lima, Tarso Mazzotti e Gloria Regina Pessoa Campello Queiroz

 

Março/2019

PALESTRA SOBRE JUVENTUDE ABRE ANO LETIVO NO PPGE UM DIA APÓS MASSACRE EM ESCOLA DE SUZANO (SP)

A aula inaugural do primeiro semestre letivo de 2019, no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UNESA, já estava agendada para o dia 14 de março quando, no dia anterior, uma dupla entrou em uma escola municipal da cidade de Suzano (SP) para realizar uma ação que chocou o país e teve repercussão internacional, deixando oito jovens mortos, além de feridos. No mesmo dia 14 de março, o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes completava um ano. Marielle tornou-se símbolo da luta contra o preconceito racial e social, a homofobia, o machismo e a misoginia – valores que também influenciaram a dupla que invadiu a escola.

Esse cenário tornou mais do que oportuna a realização da aula inaugural sobre o tema “A pesquisa sobre juventude em tempos extremos”, proferida pelo Prof. Paulo Carrano, da Faculdade e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Prof. Carrano desenvolve estudos e pesquisas acerca das “problemáticas das relações dos jovens com os espaços públicos, os territórios e a escolarização”, coordena o Grupo de Pesquisa Observatório Jovem do Rio de Janeiro/UFF (www.uff.br/observatoriojovem) e o Portal Ensino Médio EMdiálogo (www.emdialogo.uff.br). Foi um convidado, portanto, com propriedade para dialogar com a comunidade do PPGE que lotou o auditório. A palestra apresentou reflexões sobre o complexo universo jovem, provocando os presentes e os que assistiram à transmissão ao vivo. A palestra foi gravada e está disponível para qualquer interessado. Para assistir, clique aqui (basta preencher os Campos nome e e-mail).

 

DINTER EM TAUBATÉ PROMOVERÁ INSERÇÃO SOCIAL EM SP, MG, MT e PA

No final de março, foi concluído o processo seletivo para o Doutorado Interinstitucional (Dinter), que será oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá, em parceria com a Universidade de Taubaté (SP) – UNITAU. Participaram da seleção 33 candidatos, tendo sido aprovados 24 deles na etapa final. As aulas começam no dia 12 de abril deste ano na UNITAU. Nesta parceria, a universidade paulista colabora com a infraestrutura do campus. Todo corpo docente, projeto pedagógico, diplomação e demais questões pertinentes ao doutorado são responsabilidades do PPGE da UNESA.

A professora da UNESA e coordenadora local do doutorado, Edna Chamon, que participou do processo seletivo, destaca o potencial dos candidatos: “Em sua maioria, eles apresentaram ‘bagagem’ acadêmica muito interessante e um forte desejo de cursar o doutorado”. Grande parte deles apresentou mais de uma graduação e pós lato sensu. A coordenadora do PPGE Profª Alzira Batalha, e a coordenadora adjunta, Profª Rita Lima, acreditam que esta parceria promove a inserção social da Universidade, uma vez que formará doutores para regiões com carência de cursos de doutorado. No processo seletivo, foram aprovados candidatos não apenas de localidades distintas do estado de São Paulo, mas também de Minas Gerais, Mato Grosso e Belém do Pará.


PROFª SONIA MENDES PARTICIPA DE DEBATE NO CANAL FUTURA.

O Ensino domiciliar é um assunto que tem sido discutido recentemente no país e, por isso, o canal Futura promoveu um debate sobre este tema controverso. O programa Debate discutiu a proposta de medida provisória que regulamenta o ensino domiciliar e abordou os desafios para o acesso e a permanência de crianças e jovens na educação no Brasil. Para isto, convidou a Profª Sonia Regina Mendes dos Santos, do PPGE da UNESA, além de Rick Dias, presidente da Associação Nacional de Educação domiciliar, para dialogarem sobre o assunto. Priscila Cruz, presidente-executiva do “Todos Pela Educação”, e Sandra Soares de Pontes, promotora do Ministério Público do Maranhão também entraram ao vivo, de forma pontual, neste debate. A transmissão, realizada no dia 21 de março, foi gravada e pode ser assistida neste link.

 

:: internacional
PROFESSORAS DO PPGE PARTICIPAM DE CONGRESSO ON-LINE ESPANHOL

O PPGE se fez representar no VI Congreso Internacional sobre el Profesorado Principiante e Inducción a la Docencia, promovido pela Universidade de Sevilha, Espanha, na modalidade on-line, de 14 a 18 de fevereiro. Participaram as professoras Helenice Maia, Laélia Moreira e Sonia Mendes. Este evento está associado às atividades da Rede de Inducción a la Docencia, que conta com 11 grupos de pesquisa e 1587 integrantes. Os egressos do PPGE Julio Cesar dos Santos Silva e Fátima Maria Rodrigues da Silva apresentaram, juntamente com Profª Laélia Moreira, os trabalhos: “O Início da Docência em Cursos de Comunicação Social do Rio de Janeiro” e “Desafios da Docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em Escolas da Periferia do Município de Duque de Caxias”. Profª Helenice Maia e a doutoranda do PPGE Cristina Antunes apresentaram o trabalho “Representações Sociais dos Residentes e Preceptores a Respeito do Programa de Residência de Enfermagem em Saúde da Família”. 

 

02/2019

::ppge
PROCESSOS SELETIVOS: CONCLUÍDO PARA TURMA DO RIO DE JANEIRO E PRORROGADO PRAZO DAS INSCRIÇÕES DE SELEÇÃO PARA DOUTORADO INTERINSTITUCIONAL (DINTER) EM TAUBATÉ (SP)

Neste primeiro semestre de 2019, o Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA propôs a realização de dois processos seletivos distintos. Um deles, concluído em fevereiro, selecionou candidatos para cursar o mestrado e o doutorado na cidade do Rio de Janeiro, onde está situado o Programa. A lista foi divulgada neste site naquele mês e as aulas começam no dia 14 de março, com a aula inaugural ministrada pela Profª. Drª. Alda Alves-Mazzotti. O processo seletivo de candidatos ao Doutorado Interinstitucional (Dinter), realizado juntamente com a Universidade de Taubaté (SP), ainda está em andamento. As datas das inscrições foram prorrogadas e os interessados podem se inscrever até o dia 08 de março, por correspondência, ou 15 de março, pessoalmente na sede do PPGE. Esta turma terá aulas na cidade paulista, visto que o Dinter é uma parceria entre a Universidade Estácio de Sá e a Universidade de Taubaté (UNITAU). Os editais estão disponíveis no menu ao lado, na seção Processos Seletivos. Aos discentes que já iniciam em março, no Rio de Janeiro, e aos que serão selecionados para Taubaté, nossas boas-vindas!

  

 

REVISTA EDUCAÇÃO E CULTURA CONTEMPORÂNEA, DO PPGE, COMPLETA 15 ANOS COM EDIÇÃO EXTRA E NOVO LAYOUT EM 2019.

A revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá completou 15 anos de edições ininterruptas em 2018. Para comemorar, as professoras Monica Rabello de Castro, responsável pela revista desde sua criação, e Stella Pedrosa, editora da revista nos últimos quatro anos, publicaram um número (42) a mais em 2019. Assim, em vez de quatro, a Revista Educação e Cultura Contemporânea (REEDUC) contará com cinco edições em 2019, incluindo a lançada em fevereiro. Além disso, a partir de abril, a revista será apresentada com novo estilo de capa e diagramação. Avaliada pela Capes como A2 na área de Educação, a REEDUC era publicada apenas na versão impressa e encaminhada diretamente para bibliotecas e programas de pós-graduação do país e do exterior até 2010. Desde então, passou a ser disponibilizada on-line e, ano a ano, vem recebendo um número crescente de artigos, resenhas e entrevistas para avaliação, exigindo a ampliação da quantidade de trabalhos publicados por ano.  Como a procura pelos primeiros números também é grande, todos eles estão sendo pouco a pouco digitalizados e disponibilizados no site da revista, ampliando a possibilidade de sua leitura. Vida longa para a REEDUC!

 

DISCIPLINA “EDUCAÇÃO E DEMOCRACIA” REÚNE PROFESSORES E ATENDE CHAMADO DA ANPED

Aderindo à proposta da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), o PPGE da UNESA oferece, neste 1º. semestre de 2019, a disciplina eletiva "Educação e Democracia: possibilidades, impasses, demandas e limites".  A ideia é debater o tema da Democracia e sua relação com a Educação e os direitos humanos a partir de diferentes pontos de vista, envolvendo não somente professores do Programa de Pós-Graduação em Educação, mas também do PPG em Direito da Estácio, além de docentes de outras universidades. A disciplina, sob coordenação da Profª.  Inês Barbosa de Oliveira, se desenvolverá no formato de um ciclo de palestras, sempre às quartas-feiras, das 16 às 19 horas, com a primeira aula no dia 20 de março. A duração total é de 45 horas de atividades, em 15 semanas, equivalendo a três créditos para aqueles que se inscreverem. Proposto pela ANPEd, juntamente com o Movimento Educação Democrática, o convite para a “Ação Educação Democrática” é feito a “um sem número de parceiros, que vão desde programas de pós-graduação em Educação, faculdades de Educação, escolas públicas e privadas, organizações não governamentais e fóruns de discussão de temas em educação”, conforme consta em site. No sítio, os parceiros também poderão registrar atividades que realizarem ao aderirem ao movimento. Além dos pós-graduandos matriculados no PPGE, interessados podem participar da disciplina ofertada por meio da modalidade “disciplina isolada”.

 

 

::internacional
PROFESSORAS RITA LIMA E EDNA CHAMON PALESTRAM EM COLÓQUIO  INTERNACIONAL NA TUNÍSIA

O "Colloque Internacional Les defis nouveaux de la psychologie face aux problèmes societaux actuels: pour une psychologie en contexte" foi realizado no Institut Supérieur des Sciences Humaines da Universidade de Tunis El Manar (Tunis – Tunísia), nos dias 04 e 05 de fevereiro. Duas professoras do PPGE palestraram na ocasião : a Profª.  Rita Lima com o tema "Noyau figuratif des représentations sociales et figures de pensée: réflexions théoriques et application à des sujets de recherche brésiliens", e a Profª. Edna Chamon, com a palestra "Tempus fugit : la représentation sociale de l´avenir chez les enseignants". O evento foi organizado pela Profa. Dorra Ben Alaya (Université de Tunis El Manar) e contou com a participação de pesquisadores do Brasil, da Tunísia e da França, como o Prof. Themistoklis Apostolidis (Université de Aix-Marseille e REMOSCO).  

 

Profª. Rita Lima (blusa azul).

Pesquisadores do Brasil, Tunísia e França.

Profª.  Edna Chamon (blusa branca).

 

 

::internacional
PROFª. HELENICE MAIA E A DOUTORA EGRESSA CAROLINA NADAF APRESENTARÃO TRABALHO EM LISBOA

Entre os dias 3 e 5 de junho de 2019, no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, ocorrerá o IV Encontro Luso-Brasileiro Trabalho Docente e Formação de Professores, cujo tema é "Profissão docente, investigação e sociedade: diálogos múltiplos". Este encontro é uma iniciativa do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e da Universidade Federal de Alagoas e apresenta como objetivo "debater os enormes desafios que a profissão docente enfrenta na atualidade, face à evolução do conhecimento e das formas de disseminação do mesmo, e também aos constrangimentos decorrentes da mercantilização da educação, com a consequente intensificação e burocratização do trabalho docente, realidades que também interpelam formadores e instituições formadoras de professores". Neste evento, Carolina Nadaf, doutora egressa do PPGE, e a Profª. Helenice Maia, da Linha de Pesquisa Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE), apresentarão o trabalho "Residência Pedagógica: representações sociais de Formação Continuada" orientado pela docente.

 

NOTÍCIAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) 2018

NOTAS, NOTÍCIAS E PROGRAMAÇÕES DO PPGE

 

12/2018

::ppge
ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO DE 2019 

A secretaria do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estácio de Sá recebe inscrições de candidatos que desejam pleitear uma vaga para o mestrado e para o doutorado em Educação. As provas serão realizadas em fevereiro de 2019 e a documentação pode ser entregue pessoalmente ou via correio. São oferecidas até dez vagas para o mestrado e até dez vagas para o doutorado, distribuídas pelas Linhas de Pesquisa que compõem o PPGE: Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE), Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE) e Políticas Públicas, Gestão e Formação de Educação (PGFE). Os detalhes podem ser consultados nos editais específicos, no menu ao lado, item Processo de Seleção.

 

::ppge
AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO É TEMA DE PALESTRA DE ENCERRAMENTO DO ANO LETIVO DE 2018

A Profª. Dra. Clarilza Prado de Sousa esteve no PPGE no dia 27 de novembro para proferir a palestra "Critérios e dimensões da Avaliação Capes: análise da ficha de avaliação" para discentes, professores e coordenadores de Programas Stricto Sensu em Educação, Direito, Administração e Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá. A convidada, que entre outras atividades é professora titular da PUC-SP, coordenou a Área de Educação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) de 2007 a outubro de 2014.

Com larga experiência em avaliação no campo educacional, a Profª. Clarilza dialogou com os presentes acerca de pontos básicos considerados pela Capes ao atribuir nota a um Programa. Os discentes presentes puderam perceber a importância de participarem de eventos com apresentação de suas pesquisas, assim como produzir artigos para revistas. Docentes e coordenadores foram provocados a ampliar o que vem considerando como impacto social e acadêmico dos programas, a identidade deles e sobre planejamento para o futuro, entre outras questões para melhorar o que já oferecem. Assim, o ano de 2018 foi “encerrado” com reflexões sobre as ações realizadas e os desafios que todos têm pela frente. Que venha 2019!

 

::evento
PROFª HELENICE MAIA E PESQUISADORES INTEGRAM O I FÓRUM DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

O I Fórum da Pessoa com Deficiência "Fortalecendo Parcerias", realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Saquarema, reuniu pesquisadores, profissionais e interessados pela temática no Centro de Capacitação Profissional de Saquarema (RJ), em 03 de dezembro. O objetivo do evento foi promover a discussão sobre temas relativos à Educação Inclusiva e fortalecer parcerias firmadas. A Profa. Helenice Maia proferiu a palestra "Oportunidades de aprendizagem da pessoa com deficiência e adaptação dos postos de trabalho", juntamente com o pesquisador Dr. Saul Eliahú Mizrahi (Instituto Nacional de Tecnologia). A doutoranda Ana Paula Pacheco apresentou o tema "Inclusão em ambiente de trabalho de pessoas com deficiência intelectual", a doutoranda Márcia Noronha de Melo tratou de "Surdocegueira" e o doutorando Thiago Sardenberg abordou questões referentes à "Tecnologia Assistiva".

 

::internacional
PPGE SEDIA III SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E PRAXIOLOGIA SOCIAL 

O “III Simpósio Internacional Representações Sociais e Praxiologia Social: Diálogos Possíveis no Campo Educacional” foi realizado em novembro, com a apoio da FAPERJ, nas instalações do PPGE. Nos dias 12 e 13, aconteceu a reunião técnica do grupo e do projeto “Escola e Futuro: Representações Sociais, Imagem Social e Afetividade em Alunos dos Anos Finais do Ensino Fundamental”. No dia 14, foram realizadas três conferências com debates, abertos à participação de discentes de doutorado e de mestrado.

  • Habitus e as Representações Sociais de professores do ensino básico de pequenas cidades do interior e grandes cidades do Rio Grande do Norte. (Prof. Moisés Domingos Sobrinho / UFRN).
  • Las representaciones sociales acerca del programa social Asignación Universal por Hijo(AUH) de los agentes educativos, las familias y su incidencia en los procesos socio educativos.  (Prof. Agústin Villarreal / Universidad Nacional de Misiones /Argentina; Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas, CONICET).
  • A Psicologia Social dos Grupos na TRS e na Praxiologia de Pierre Bourdieu. (Prof. Jorge Correia Jesuíno / ISCTE).

Participaram também as professoras Helenice Maia e Mônica Rabello, e a professora bolsista PNPD/Capes no PPGE, Denise Campos. As atividades integram as ações do “Grupo do Rio”, que realiza investigações e estudos visando uma aproximação entre a sociologia de Pierre Bourdieu e a Teoria das Representações Sociais, bem como a articulação de outros campos e autores em torno desta discussão. Participam do Grupo os pesquisadores Agústin Villareal (Universidad de Missiones, Argentina), Jorge Correia Jesuíno (ISCTE/ Portugal), Lucia Villas Bôas (FCC/ UNICID, SP), Maria de Fátima Barbosa Abdalla (UNISANTOS), Moisés Domingos Sobrinho (UFRN), Pedro Humberto Campos (UNESA), Rita de Cássia Pereira Lima (UNESA) e Thémistoklis Apostolidis (Université de Provence, França).

 
                                     Integrantes do "Grupo Rio"                                                Participantes do Simpósio

 

::internacional
PESQUISA DESENVOLVIDA PELA PROFª LAÉLIA MOREIRA É APRESENTADA EM ENCONTRO NA UNIVERSIDAD DE CUENCA (EQUADOR)

A professora Laélia Moreira, da linha Politicas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE), representou a Universidade Estácio de Sá no VI Encuentro de Latinoamericano de Metodología de las Ciencias Sociales (V ElmeCS). O evento, realizado de 7 a 9 de novembro na Universidad de Cuenca (Ecuador), se constituiu como uma oportunidade para a apresentação de seu trabalho "Descrição, Análise e Compreensão em Teses de Doutorado em Educação", assim como “para discutir los desafíos metodológicos que se plantea la investigación de la compleja realidad social latinoamericana. Esto, obviamente, sin descuidar otras discusiones epistemológicas, metodológicas y técnicas de la investigación social que ya forman parte de los intereses clásicos del ELMeCS.”, conforme consta no site do evento.

 

:: publicação
LIVRO SOBRE “POLÍTICAS E GESTÃO EM EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL” PUBLICA CAPÍTULOS DE PROFESSORAS DO PPGE

Organizado por António Ferreira, Elisangela Bernado e Janaína Menezes, a “coletânea busca divulgar estudos e pesquisas que abordam questões inerentes à gestão escolar democrática, à educação integral e/ou ao tempo integral, com destaque para o Programa Mais Educação, enfim temas atuais e polêmicos analisados sob a perspectiva da história, das políticas e/ou das práticas em educação. Conta com a colaboração de vários pesquisadores atuantes na escola básica ou em instituições de ensino superior públicas ou privadas, localizadas em diferentes regiões e municípios brasileiros bem como em Portugal.” O livro “Politicas e Gestão em Educação em Tempo Integral” é composto por 19 capítulos, dentre os quais três foram produzidos com contribuições das professoras Wania Gonzalez, Alzira Batalha e Sonia Regina Mendes dos Santos que integram o PPGE/UNESA. Para adquirir ou saber mais a respeito da obra, clique aqui.

 

::eventos
PROFª STELLA PEDROSA E MESTRANDOS PARTICIPAM DE EVENTOS ENVOLVENDO EDUCAÇÃO E MÍDIA

Os mestrandos Vanessa Arruda e Marcelo Baêta, orientandos da Profª Drª Stella Maria Peixoto de Azevedo Pedrosa participaram, nos dias 7 e 8 de novembro, da 2ª Escola de Primavera em Educação e Mídia (2ª EPEM). Vanessa apresentou a pesquisa em andamento “Roteirização de jogos digitais para o letramento multimodal” e Marcelo “The book is on the table and the e-Book is on the cloud: o desenvolvimento de um e-book por alunos do Ensino Superior como proposta pedagógica de ensino-aprendizagem”. A Escola de Primavera em Educação e Mídia é um evento que proporciona a mestrandos e doutorandos um espaço de discussão e reflexão sobre suas pesquisas. Neste ano, foi realizada na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

No 6º Colóquio de Pesquisa em Educação e Mídia (6º CPEM), nos dias 9 e 10 de novembro, a Profª Drª Stella Pedrosa ofereceu a “Oficina com Jogos digitais: práticas e narrativas”, junto com a Profª Drª Maria Apparecida Campos Mamede-Neves (PUC-Rio), além da palestra “Realidade Virtual: quais possibilidade de uso em jogos educacionais”, com Marco Antonio Zappala Guimarães (mestrando PPGE/UNESA). Este Colóquio, do qual a profa. Stella é uma das organizadoras, tem como objetivo reunir grupos de pesquisa que estudam a relação entre a educação e as mídias.

 

::eventos
REPRESENTANTES DO PPGE SE APRESENTAM EM CONGRESSO E ENCONTRO DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

A Profa. Helenice Maia e os doutorandos Ana Paula Pacheco, Márcia Noronha de Melo e Thiago Sardenberg participaram do VIII Congresso Brasileiro de Educação Especial (CBEE) e XI Encontro Nacional dos Pesquisadores em Educação Especial (ENPEE) realizados na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), entre 14 e 17 de novembro, apresentando a Comunicação Oral "Tecnologia assistiva: representações sociais de professores e responsáveis por alunos com deficiência visual" e o Pôster "Práticas inclusivas e colaborativas dos professores de Ensino Fundamental e professores de atendimento educacional especializado". Este evento foi uma proposta conjunta da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial (ABPEE) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial (PPGEES) da Universidade Federal de São Carlos, cujos objetivos foram "estimular a produção científica nessa área, divulgar o conhecimento que vem sendo produzido, promover o intercâmbio entre pesquisadores e profissionais e atender a demanda emergente por novas práticas decorrente da diretriz política educacional de inclusão escolar adotada pelo país".

 

::ppge
DISCIPLINAS DE MESTRADO CONTAM COM PROFESSORES CONVIDADOS, NACIONAIS E INTERNACIONAIS, EM SUAS AULAS

O Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UNESA vem ampliando a participação de convidados nacionais e internacionais para enriquecer suas aulas. A disciplina obrigatória da linha Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE), por exemplo, convidou o professor Nicholas Davies, da Universidade Federal Fluminense, para expor o tema “Financiamento da Educação” e dialogar com os discentes presencialmente.


Prof Nicolas Davis e Discentes do PPGE.

Outra disciplina obrigatória do mestrado, “Representações sociais: teoria e aplicações à Educação”, promoveu sua primeira aula internacional via Skype em outubro. Com a iniciativa da coordenação do PPGE e a participação do professor Themstoklis Apostolidis (foto ao lado), que também é diretor do Doutorado em Psicologia e do Laboratório de Psicologia Social da Universidade de Provence (França), os participantes puderam dialogar a partir do tema "A importância e atualidade da Teoria das Representações Sociais nos campos da educação, saúde e psicologia social", apresentado pelo Prof. Themstoklis.

 

::internacional
TRABALHO DA PROFª JACIARA CARVALHO E DA EGRESSA RITA MARTINS É APRESENTADO EM CONGRESSO E ENCONTRO DE COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO

Neste ano, o Brasil sediou o II Congresso Internacional de Comunicação e Educação e VII Encontro Brasileiro de Educomunicação, reunindo nomes importantes da Espanha, Estados Unidos, Itália, Canadá (Carolyn Wilson da GAPMIL/Unesco) e México (Guillermo Orozco, da Universidad de Guadalajara), entre outros. O evento foi realizado na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de S. Paulo, em novembro. Na foto ao lado, a Profª. Jaciara Carvalho está acompanhada pelo Prof. Ismar de Oliveira Soares, responsável pelos eventos simultâneos e pela difusão do conceito de educomunicação na América Latina. A professora do PPGE apresentou o trabalho “Da janelinha para o janelão: relevância da primeira webTV bilíngue Português/Libras (TV) para acesso a informação e a criticidade de surdos”, realizado em co-autoria com sua orientanda egressa Rita Martins, que não pode participar do evento. O trabalho será publicado como capítulo de livro organizado pelo professor Ismar Soares, em 2019.

 

:: internacional
MÁRCIA BORGES APRESENTA TESE NO FASHION INSTITUTE OF TECHNOLOGY (FIT) EM NOVA YORK

Em 09 de novembro, a professora Márcia Borges (foto), então doutoranda do PPGE, esteve na Fashion Institute of Technology (FIT), em Nova York, como professora convidada para apresentar sua tese de doutorado para alunos da professora Yuniya Kawamura (Associate Professor of Sociology). A exposição faz parte de uma atividade semestral promovida pela professora da FITNY para seus alunos. Após o retorno dos Estados Unidos, a doutoranda da Profª Rita Lima defendeu a tese “Representação social de ‘ser profissional’ na área da moda por alunos, professores e empresários do setor do Rio de Janeiro, São Paulo e em Nova York”, em 30 de novembro.

 

SEMINÁRIO DE PESQUISA DA ESTÁCIO 2018: PPGE PRESENTE!

 

O “X Seminário de Pesquisa da Estácio”, a “VI Jornada de Iniciação Científica da UNESA”, a “I Mostra de Extensão da Estácio” e o “V Fórum de Extensão” da mesma universidade foram realizados nos dias 26 e 27 de outubro, reunindo um grande público de todo o país, nas mais diversas áreas do conhecimento.

No Campus Nova América (cidade do Rio de Janeiro), docentes do PPGE participaram por meio do oferecimento de oficina, mediação de mesas e debate de pôsteres. Vários mestrandos e doutorandos estiveram presentes para apresentar suas pesquisas também sob forma oral. O evento ocorre anualmente como o objetivo de oferecer à comunidade acadêmica, da Estácio e de outras instituições, ambiente para a apresentação e discussão de trabalhos científicos de diversas áreas do conhecimento. (Fotos: Arquivos pessoais)

 

ENTREVISTA COM PROFESSOR TARSO MAZZOTTI: A CAMINHO.

 

Em outubro, as professoras Rita Lima (PPGE-UNESA) e Daniela Freire (UFMT) entrevistaram o Prof. Tarso Mazzotti, com a presença de Profª. Alda Mazzotti, visando sumariar as contribuições do autor para o campo da Teoria das Representações Sociais. Tarso Mazzotti é professor titular aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade Estácio de Sá (UNESA), onde também atuou como coordenador do PPGE, além   de colíder   do Grupo de Pesquisa Retórica e Argumentação na Pedagogia. A entrevista será publicada na Revista de Educação Pública (UFMT), provavelmente em 2019. (Foto: Daniela Freire)

 

PPGE PARTICIPA DA SEMANA DA EDUCAÇÃO DA ESTÁCIO

Anualmente, unidades da Estácio pelo Brasil realizam uma semana na graduação dedicada a palestras e outras atividades voltadas para discussões educacionais. Neste ano, no Rio de Janeiro, no Campus Nova América, a Profa. Dra. Jaciara Carvalho palestrou sobre o tema Paulo Freire, educação e cultura digital, ampliando a temática para uma discussão, ao final, sobre as discussões em redes sociais sobre as eleições de 2018. No mesmo campus, a mestranda Célia Márcia do Nazareth Ferreira participou de mesa-redonda com o tema “Educação Infantil em creches situadas em área de risco no Rio de Janeiro”, decorrente de sua dissertação de mestrado.

No Campus Centro I, a Profa. Helenice Maia organizou atividade que também teve como foco a Educação Infantil. Foi apresentada a Mesa Redonda intitulada “Roda de Conversa: Reflexões sobre infâncias e Educação Infantil” que contou com a participação das mestrandas Célia Márcia do Nazareth Ferreira, Raquel Garcia Braga de Lima e Fabíola Farias Baptista da Cunha, no dia 25 de outubro. (Fotos: Arquivos pessoais).

  

Prof. Jaciara Carvalho                     Mestranda Célia Ferreira                  Mesa Sobre Infância

 

PROFESSORES, ALUNOS E EGRESSOS DO PPGE PARTICIPAM VII COLÓQUIO INTERNACIONAL BRASIL – COLÔMBIA

Com o tema “Desafios para a Educação no Brasil e na Colômbia: formação docente e democracia”, ocorreu entre os dias 17 e 19 de outubro o VII Colóquio Internacional Brasil – Colômbia na Universidade Federal Fluminense (UFF). O evento contou com a presença de docentes, doutorandos, mestrandos e egressos do PPGE. Durante os três dias, os participantes assistiram mesas programadas e sessões de comunicações orais, além de apresentarem trabalhos acadêmicos, alguns em coautoria com professoras do PPGE. Foi uma oportunidade para diálogos a respeito das temáticas e troca de experiências quanto à ética na pesquisa educacional, à gestão democrática e aos estudos epistemológicos. A seguir, lista parcial de trabalhos:

  • Representações Sociais de Tecnologias Assistiva por Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental – Tiago Sanderberg e Helenice Maia.
  • Uma aceleração de estudos na visão de docentes: o Projeto Autonomia Carioca (2010- 2015) – Elaine Ávila e Wania Gonzalez.
  • Gestão democrática da Educação: os (des)caminhos no município de Rio das Ostras” – Marcia Lisboa e Alzira Batalha.
  • Educação Profissional e Tecnológica em Três Tempos: LDB/96, PNE 2001-2011 e PNE 2014-2O24 – Alexandre Rodrigues.
  • Política de formação de professores da educação profissional: lacunas e avanços – Eliane Alcântara e Marco Polo Legal.
  • Educação em direitos humanos: uma análise a partir da visão da educação pública – Patrícia Sirotheau de Almeida e Wania Regina Coutinho Gonzalez.
  • A gestão democrática da educação no contexto do programa “escola viva” no estado do espírito santo – Alzira Batalha, Luciene Martins, Roseli Maritan. (Fotos: Arquivos pessoais)

 

MESA NO VII COLÓQUIO INTERNACIONAL BRASIL – COLÔMBIA CONTA COM A PARTICIPAÇÃO DA PROFª LAÉLIA MOREIRA

 

Uma atividade central do VII Colóquio Internacional Brasil – Colômbia foi a mesa “Estudos Epistemológicos em Políticas Educacionais: perspectiva latino-americana”, formada com os pesquisadores Jeferson Mainardes, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Silvana Stremel, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e com a Profª Laélia Moreira, que representou o Programa de Pós-Graduação em Educação da Unesa com o trabalho “O Prouni como objeto de Estudo em Teses de Doutorado em Educação”. Essa sessão, que fez parte do último dia de atividades do Colóquio, contou também com expressiva participação de mestrandos e doutorandos do Programa. O evento foi realizado em outubro, na Universidade Federal Fluminense, na cidade de Niterói (RJ). (Na foto, Lélia Moreira, com microfone, e Silvana Stremel. Arquivo pessoal.

 

 

DOUTORANDO E EGRESSA APRESENTAM TRABALHO NO V CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM PERNAMBUCO

 

Entre os dias 17 e 20 de outubro, o Centro de Convenções da cidade de Olinda (PE) recebeu o V Congresso Nacional de Educação (CONEDU). Dois mestres egressos do PPGE participaram do evento apresentando os resultados de suas pesquisas, por meio de trabalhos produzidos em coautoria com suas orientadoras.

Thiago Sardenberg, atual doutorando da linha Pesquisa Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE), apresentou o trabalho “Representações sociais de Tecnologia Assistiva de professores de uma escola regular e de uma escola especializada” elaborado em conjunto com a Profa. Helenice Maia. A mestra Catarina Renice Galvão Wagner, pela linha Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE), realizou a comunicação oral “Formação para cidadania a partir do ensino de Química e de tecnologias em um curso técnico do ensino médio”, produzida em coautoria com a Profa. Jaciara de Sá Carvalho.

 

10/2018

::ppge
II FÓRUM DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DA ESTÁCIO DISCUTE AVANÇOS

Alunos, professores e gestores, presencialmente e a distância, estiveram reunidos nos dias 04 e 05 de setembro para participarem do “II Fórum de Cooperação Internacional da Estácio”, no Campus Tom Jobim (Barra da Tijuca/ Rio de Janeiro). Foi uma oportunidade para conhecerem as diversas ações institucionais e da comunidade junto a universidades estrangeiras e de estrangeiros na Estácio. Para os discentes, foram apresentadas possibilidade de intercâmbios na graduação, doutorado sanduíche, estágios, cursos de verão, estímulo para participação em pesquisas e apresentação de trabalhos no exterior, entre outras. Professores puderam conhecer o que colegas vem realizando em parceria com instituições internacionais, tais como pesquisas conjuntas, pós-doutorado, atividades como professor visitante, eventos e publicações em veículos internacionais. Os Programas de Pós-Graduação Strictu Sensu da UNESA tiveram um momento especial para apresentarem suas ações. O PPGE foi representado pela coordenadora Alzira Batalha Alcântara.

A UNESA possui uma assessoria dedicada a ampliar e fortalecer as ações de “internacionalização” da instituição, a Assessoria de Cooperação Internacional, subordinada à Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, sob coordenação do Prof. Dr. Rafael Iório. Seus profissionais atuam com base no conceito de “internacionalização institucional”, para além de apenas contribuir com uma “educação internacional”, como explicou a Profª Drª Maria Leonor Alves Maia, Presidente da Associação Brasileira de Educação Internacional (Faubai), em sua palestra “A internacionalização do Ensino Superior”. Assim, os participantes assistiram palestras que expuseram um cenário mais amplo no âmbito dessa discussão, tais como a relevância do identificador digital ORCID para os pesquisadores e “Políticas Públicas da Internacionalização e os Programas de Pós-Graduação no Brasil”, ministrada pela Professora Maria Clorinda Fioravanti (Diretoria de Relações Internacionais da CAPES).


::internacional
PROFESSORAS, DISCENTES E EGRESSOS DO PPGE REALIZAM APRESENTAÇÕES EM PORTUGAL E NA FRANÇA

Dois eventos relevantes para a área da Educação, que ocorreram em Lisboa, contaram com a participação de professoras, mestrandos, doutorandos e egressos do PPGE. No V Congresso Internacional TIC e Educação – ticEDUCA2018, realizado nos dias 5, 6 e 7 de setembro, no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, a Profª. Stella Pedrosa (foto ao lado) apresentou dois trabalhos, um em parceria com o mestre João Carlos Soares e outro com o mestrando Marco Zappala.
No IV Colóquio Luso-Afro-Brasileiro de Questões Curriculares (com o qual simultaneamente se concretizou o IX Colóquio Luso-Brasileiro de Currículo e o XIII Colóquio Sobre Questões Curriculares), também realizado no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, nos dias 10, 11 e 12 de setembro, Stella Pedrosa realizou três comunicações orais; a primeira, em coautoria com seu orientando Kauan Pessanha, a segunda com a Profa. Ana Valéria de Figueiredo, que atua na graduação em Pedagogia da UNESA (Campus Nova Iguaçu), e a terceira desenvolvida conjuntamente com a Profª. Apparecida Mamede, da PUC-Rio.

No IV Colóquio Luso-Afro-Brasileiro, também participaram a Profª. Inês Barbosa de Oliveira, como convidada da Mesa Redonda "Currículo e Internacionalização", e a mestre Daniela Azini Henrique (foto ao lado) que apresentou o trabalho “Ensinar e aprender na cidade, na favela e na sociedade: questões e tensões curriculares”, em coautoria com Virna Mac Cord Catao. Atualmente, a egressa é diretora da Escola Municipal Bernardo de Vasconcelos, no Rio de Janeiro.

Ainda no mês de setembro, no dia 15, a Profª Inês Barbosa de Oliveira proferiu a Conferência da sessão inaugural do Seminário promovido pelo Institut bell hooks - Paulo Freire, de Paris, que se dedica a estudos e discussões em torno das Pedagogias Críticas e Feministas. O evento foi realizado na Universidade de Paris V – Sorbonne e o tema escolhido versou sobre "A contribuição de Boaventura de Sousa Santos para a educação e suas relações com o pensamento freireano".

::internacional
PROFESSORES DO PPGE PARTICIPAM DE VIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA

O VIII CIPA, realizado em São Paulo entre os dias 17 e 20 de setembro, contou com a participação de pesquisadores de diversas universidades do país e do exterior. O Prof. Pedro Humberto Campos integrou o simpósio “Experiência: problematizações em torno de um conceito e aproximações com a abordagem narrativa (auto)biográfica”, juntamente com a Profa. Lúcia Villas Bôas (FCC; UNICID) e Prof. Jean-Marie Barbier (CNAM-França). A Profa. Rita Lima participou do simpósio “Narrativas e representações sociais: aproximações possíveis”, com as professoras Mireya Lozada (Universidad Central de Venezuela), Maria da Conceição Passeggi (UNICID; UFRN), Adelina Novaes (UNICID; FCC), Inês Ferreira de Souza Bragança (UNICAMP), Daniela Barros Silva Freire Andrade (UFMT) e Erica Nayla H. Teibel (UFMT). Os textos submetidos e aprovados foram publicados como capítulo de livro. Prof. Pedro Humberto Campo publicou no livro “Pesquisa (auto)biográfica: diálogos epistêmico-metodológicos” e Profa. Rita Lima em “Narrativas, formação e trabalho docente”.

  


:: ppge
PLATAFORMAS LATTES E SUCUPIRA: ATIVIDADES ORIENTAM MESTRANDOS E DOUTORANDOS

O processo de avaliação quadrienal realizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, subordinada ao MEC, em geral, é um tema restrito aos docentes e gestores dos Programas de Pós-Graduação. No entanto, atividades realizadas pelos discentes e egressos também impactam a nota recebida pelos PPGs a cada quatro anos, como resultado de esforço coletivo. Por isso, a coordenação do PPGE promoveu um encontro no dia 13 de setembro para tratar desse processo e da importância do envolvimento dos discentes.

A resposta foi imediata: durante aquele encontro, alguns estudantes propuseram uma oficina para orientar o preenchimento do Currículo Lattes aos demais. Assim, no dia 27 de setembro, foi realizado o “I Workshop PPGE: Como e por que preencher o currículo lattes” promovido por discentes (cartaz ao lado). O Prof. Dr. Getúlio Braga, professor da UNESA, além de pesquisador do Programa de Pesquisa e Produtividade e orientador de Iniciação Científica na mesma universidade, foi convidado para dialogar com os jovens pesquisadores. A Comissão Organizadora foi composta pelos discentes do PPGE Amanda Fernandes de Souza, Andrea Barbalho R. de Freitas, Cláudia Botelho Silva, Hélio Fernandes dos Santos, Luiz Carlos de Sá Campos, Roseli Maritan de Aboim Costa e Terezinha da Conceição M. Alves.

:: faperj
PROJETO DA PROFª. INÊS BARBOSA DE OLIVEIRA É CONTEMPLADO PELO PROGRAMA CIENTISTA DO NOSSO ESTADO

“Políticaspráticas educacionais no cotidiano e o direito humano à educação: o potencial emancipatório dos currículos praticadospensados” é um dos três projetos de pesquisa apresentados por professores da UNESA contemplados no Edital No. 3/2018 da FAPERJ. O principal objetivo do projeto coordenado pela Profª. Inês Barbosa De Oliveira (PPGE-UNESA e UERJ) é “constituir conhecimento sobre a possível contribuição da educação à tessitura da emancipação social, no quadro da justiça cognitiva e social, por meio da ecologia de saberes, bem como da democracia social, expressa nas práticas de cidadania horizontal, noções centrais para a compreensão ampliada e aprofundada daquilo que interroga o direito à educação. O trabalho de pesquisa será desenvolvido em frentes complementares, articulando reflexões teórico-epistemológicas, teórico-metodológicas, teórico-políticas e empíricas, enredando conhecimentos e valores hegemônicos e contra-hegemônicos na compreensão do potencial emancipatório de políticaspráticas voltadas à construção de relações mais ecológicas entre diferentes conhecimentos, valores e condições sociais.” Mais informações estão disponíveis no currículo lattes da professora: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783482J7#ProjetosPesquisa


:: egressos
DANIELA AZINI, MESTRA PELO PPGE, DISCUTE A REINVENÇÃO DA DEMOCRACIA PELAS PRÁTICAS ESCOLARES

A Profª Ms. Daniela Azini, diretora da Escola Municipal Bernardo de Vasconcelos, no Rio de Janeiro, integrou a mesa “Práticas escolares que ajudam a reinventar a democracia”, realizada no X Seminário Nacional, promovido pelo Movimento Socioeducativo “Educar em Tempos Difíceis” (MSE-Brasil). O Seminário aconteceu em 18 de agosto, com apoio do Centro Cultural Poveda, do Colégio Teresiano e da Novamerica. Daniela (primeira à esquerda, em foto enviada por ela), foi discente da Linha de Pesquisa Políticas Públicas, Gestão e Formação de Educação (PGFE).

 

 

09/2018

::ppge

NOTA DA DIRETORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO EM RELAÇÃO AO MUSEU NACIONAL

 

Professores e pesquisadores do PPGE da UNESA manifestaram, de diferentes formas, seu pesar em relação ao incêndio que destruiu o acervo do Museu Nacional, localizado no Rio de Janeiro. No dia 03/09/2018, o Prof. Dr. Rafael Mario Iorio Filho, Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade Estácio de Sá, encaminhou a seguinte mensagem ao Prof. Dr. Alexandre Kellner, diretor do Museu: 

 

“A comunidade acadêmica e científica da Estácio manifesta solidariedade ao Museu Nacional, vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), representado por seus pesquisadores, docentes e discentes, e demais funcionários, nesse lamentável episódio de sua história, ocorrido no dia 02 de setembro de 2018.

 

O Museu Nacional, criado por D. João VI, era uma das principais instituições de custódia do nosso País, com um acervo de mais de 20 milhões de itens, que representava a memória e a produção científica nas áreas de ciências naturais e antropológicas do Brasil e do mundo. Esse triste acontecimento configura uma perda incalculável da nossa História, Cultura e Educação.”

 

:: ppge

BASE NACIONAL CURRICULAR COMUM (BNCC) É TEMA DE AULA INAUGURAL DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (2º SEMESTRE DE 2018)

 

Mestrandos e doutorandos, recém-chegados e veteranos, lotaram o auditório reservado para a abertura do semestre letivo. Todos os professores também estiveram presentes para compartilharem com os pesquisadores em formação o “espírito” da Pós-Graduação, para se apresentarem aos calouros, assim como para exporem seus projetos brevemente. Na ocasião, a coordenadora do PPGE Alzira Batalha Alcântara e a vice-coordenadora Rita Lima ressaltaram o compromisso de todos com a qualidade do Programa e as pesquisas em andamento.

 

Inês Barbosa de Oliveira foi a palestrante convidada para o especial encontro. Como professora da Linha de Pesquisa Políticas Públicas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE) do Programa e presidente da Associação Brasileira de Currículo (ABdC), Inês tem acompanhado de perto as discussões, ações e bastidores em torno da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), tanto a da Educação Infantil e Fundamental, já em vigor, quanto a da Base do Ensino Médio, em fase adiantada. Em consonância com outras entidades, como a Associação Nacional de Pesquisadores em Educação (ANPED), a professora expôs as razões que têm levado vários coletivos da área a se oporem à BNCC (as críticas à Base do Ensino Médio podem ser conferidas aqui).

 

  

 

:: agenda

LINHA DE POLÍTICAS OFERECE DUAS AULAS ABERTAS PARA OS PPGS E GRADUAÇÕES DA ESTÁCIO COM PROFESSORAS DA UERJ


O PPGE recebe duas professoras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) para enriquecer a disciplina “Formação de Professores: Políticas, Contextos e Desenvolvimento Profissional”, que acontece às quintas-feiras, das 16h às 19h, abordando temas de suas respectivas áreas de pesquisa.

 

No dia 13 de setembro, Lucília Lino, presidente da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE), apresentará o tema “Trajetória das políticas de formação docente no Brasil”.

 

No dia 20 de setembro, será a vez da professora Marize Peixoto discutir “A formação docente na LDB 9394/96 e na resolução de 2006 (licenciatura em Pedagogia)” com os pesquisadores. Participe!

 

:: internacional

MESA NO COLÓQUIO BRASIL- COLÔMBIA CONTA COM A PARTICIPAÇÃO DA PROFª LAÉLIA MOREIRA


  O Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA marcará presença no “VII Colóquio Internacional Brasil – Colômbia” cujo tema deste ano é “Desafios para a Educação no Brasil e na Colômbia: formação docente e democracia”. O evento, promovido em parceria pela Universidad Nueva Granada com a Universidade Federal Fluminense (UFF), será realizado em outubro na instituição brasileira. A Profª Laélia Moreira, da Linha de Pesquisa Políticas Públicas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE), comporá a mesa “Estudos Epistemológicos em Políticas Educacionais: perspectiva latino-americana”, juntamente com os pesquisadores Jeferson Mainardes, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Silvana Stremel, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Confira a programação e os prazos para submissão de trabalhos e inscrição no evento no site do Colóquio.

 

:: internacional

PROBLEMAS, DESAFIOS E POSSIBILIDADES CURRICULARES NO BRASIL ATUAL: TEMA DE CONFERÊNCIA DA PROFª INÊS OLIVEIRA

 

Entre os dias 20 e 22 de setembro, a professora Inês Barbosa de Oliveira, a convite dos organizadores, participa do XII Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade (EDUCON), proferindo a Conferência Nacional – "Problemas, desafios e possibilidades curriculares no Brasil atual". O evento é promovido pelo Grupo de Pesquisa CNPq/UFS Educação e Contemporaneidade (EDUCON) da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e será realizado em São Cristóvão (na aglomeração de Aracaju-SE). O Colóquio visa "promover o debate e a socialização do conhecimento produzido sobre relevantes temas da Educação no Brasil e no mundo, sem perder de vista as diferentes perspectivas teóricas e políticas que estimulam pesquisadores (as), docentes e estudantes e profissionais de áreas afins".

 

:: evento

XIX ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO (ENDIPE): PPGE, PRESENTE!

As professoras Inês Barbosa de Oliveira e Helenice Maia estarão, entre os dias 3 e 6 de setembro, no XIX Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (ENDIPE), importante e tradicional evento que reúne cerca de 2500 pesquisadores da área e afins a cada dois anos. Esta edição, que se realiza na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador, tem por tema geral "Para onde vai a Didática? O enfrentamento às abordagens teóricas e desafios políticos da atualidade" e contará com Conferências, Simpósios, Painéis e pôsteres. A Professora Inês participa, como convidada, do Simpósio "Didática e Currículo: implicações na formação de professores", a ser realizado no dia 6/9/18. A Professora Helenice Maia e a doutoranda Clara Corrêa  participarão do Painel Interinstitucional “Da teoria à prática: a discussão sobre a formação e a didática a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais Para Formação De Professores”, em parceria com professores da UERJ e UFRJ/UNIG.

 

:: evento

COORDENADORA DO PPGE PARTICIPA DA ABERTURA DA IV CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE DUQUE DE CAXIAS

 

A Profª Alzira Batalha Alcântara, juntamente com o professor Nicholas Davies, da Universidade Federal Fluminense (UFF), ministrou a Conferência "Financiamento da educação: avanços, limites e desafios" na abertura da IV Conferência Municipal de Educação (CME), realizada nos dias 31 de agosto e 1 de setembro. Organizada pelo Fórum Municipal de Educação de Duque de Caxias, trata-se um evento importante no campo da política educacional, uma vez que todos os municípios brasileiros devem, com participação da comunidade escolar, rever os respectivos Planos Municipais de Educação conforme determina o Plano Nacional de Educação (PNE). Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, está cumprindo esse movimento.  

 

Profs. Alzira e Nicolas, sentados.

Reprodução de cartaz da Conferência

Profa. Alzira Alcântara

 

:: ppge

INTEGRAÇÃO COM A GRADUAÇÃO: PROFESSORAS DO PPGE PALESTRAM EM AULA INAUGURAL DA PEDAGOGIA DA ESTÁCIO

 

As professoras Laélia Moreira e Helenice Maia, além de outros docentes do nosso PPGE, participam ativamente da Graduação em Pedagogia: ministrando aulas, orientando Trabalhos de Construção de Curso (TCC) e integrando o Núcleo Docente Estruturante. Durante a Semana de Pedagogia realizada em agosto, como parte da integração do PPGE com a Graduação, Laélia e Helenice apresentaram palestras sobre a importância da pesquisa para a formação docente. Também analisaram aspectos relacionados à profissão à luz das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia.

 

As palestras foram realizadas no Campus Centro I, no Rio de Janeiro, e também contaram com a participação das professoras da Graduação Taisa Vilese e Paula Ribeiro (integrante da Diretoria de Pesquisa da UNESA). As atividades atraíram estudantes de outros cursos, como o de História.

 

Fotos: PPGE

Profa. Laélia Moreira

Profa. Helenice Maia

 

:: evento

PPGE PRESENTE NO SEMINÁRIO DA ANPAE E ENCONTRO DA ANFOPE PARA DISCUTIR POLÍTICAS, GESTÃO E FORMAÇÃO DE EDUCADORES

 Em agosto, foram realizadas na Universidade Federal Fluminense, em Niterói (RJ), dois importantes eventos, simultaneamente: XI Seminário Regional Sudeste da ANPAE e XI Encontro Regional Sudeste da ANFOPE - Política, Gestão e Formação de Professores: (Contra)Reformas e Resistências. As professoras   Alzira Batalha Alcântara e Inês Barbosa Oliveira, da Linha de Pesquisa Política, Gestão e Formação de Educadores, do PPGE da UNESA, participaram em mesas distintas.

 

Inês foi conferencista da mesa temática "A Educação Brasileira em crise" ao lado dos professores-pesquisadores João Ferreira de Oliveira (UFG/ANPAE) e Lucília Lino (UERJ). No dia seguinte, 08 de agosto, a coordenadora do PPGE, Alzira, também conferencista, integrou a mesa temática: "Gestão e Financiamento da Educação", juntamente com o pesquisador Marcelo Soares (UFU).  Na ocasião, a professora Alzira apresentou, ainda, o trabalho "A Judicialização do acesso à creche: implicações para a organização dos sistemas de ensino", produzido em coautoria com os doutorandos do Programa Roseli Maritan Aboim Costa e Klaus Felinto de Oliveira.

 

 

08/2018

:: processo seletivo

 

O Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA abriu, neste início de agosto de 2018, processo seletivo para contratação de um(a) professor(a) para integrar a Linha de Pesquisa Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE). O prazo para entrega da documentação compreende o período de 13/08/2018 a 14/09/2018. Os interessados em participar da seleção podem conferir mais informações no edital publicado no menu ao lado (em Processo de Seleção).

 

 

:: revista

 

CHAMADA DE ARTIGOS PARA NÚMEROS ESPECIAIS DA REVISTA EDUCAÇÃO E CULTURA CONTEMPORÂNEA (A2)

 

A Revista Educação e Cultura Contemporânea (Reeduc), qualificada como “A2” pelo Qualis CAPES Educação, está recebendo artigos para dois números especiais voltados a temáticas específicas e com prazos distintos.

 

Um volume será dedicado à discussão sobre "Educação e tecnologias: contextos e singularidades" e recebe artigos até 15 de outubro de 2018 para avaliação. Este número especial está sob responsabilidade dos professores da Linha Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE), em parceria com a Profª. Giselle Ferreira, ex-integrante da TICPE e atual Profª da PUC- Rio. Os interessados podem outras obter informações neste link.

 

Outro volume, com prazo para envio de artigos até 20 de fevereiro de 2019, está sendo organizado pela Profª Laélia Moreira (PPGE/UNESA), juntamente com o Prof. Jefferson Mainardes, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no âmbito da Red Latinoamericana de Estudios Teóricos y Epistemológicos em Política Educativa (ReLePe) para publicação em outubro de 2019. O tema do número especial é Pesquisa e produção de conhecimento no campo da política educacional no Brasil e na América Latina” e mais informações estão disponíveis no link.

 

Para ambos os números, os trabalhos devem ser submetidos com indicação de “seção temática”.

  

 

:: evento

 

I COLÓQUIO SOBRE TECNOLOGIA ASSISTIVA E INCLUSÃO

 

No dia 21 de agosto, das 9:30h às 21h, acontece o “I Colóquio sobre Tecnologia Assistiva e Inclusão”, no Campus Centro I da UNESA, no Rio de Janeiro. Serão realizadas quatro Mesas Redondas para discussão de temas sobre os desafios da inclusão e tecnologias no auxílio às pessoas com deficiência (PcD). A programação também envolve: uma oficina prática, sob a orientação de professores do Instituto Benjamin Constant (IBC) em parceria com pesquisadores do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), na qual os participantes vivenciarão dificuldades enfrentadas por pessoas com deficiência visual; e apresentações culturais: Flautista Bernardo Saul, Grupo Musical Ponto de Vista (IBC) e Breno Prisco, que trabalhou na elaboração do livro “Down! Viva a diferença com arte e inclusão”. Participarão do evento, além de professores do PPGE da UNESA, pesquisadores da PUCRio, UFF, FAETEC, UERJ, IBC, INT e Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São João de Meriti. O Colóquio é gratuito e as inscrições serão realizadas no dia e local de realização: Av. Presidente Vargas, 642, 9º andar, centro da cidade do Rio de Janeiro.

 

 

 

:: evento

 

INÊS OLIVEIRA E REPRESENTANTE DA ANPED SÃO RECEBIDAS EM AUDIÊNCIA NO CNE

 

A professora Inês Barbosa de Oliveira, do PPGE UNESA e presidente da Associação Brasileira de Currículo (ABdC), em ação conjunta com a Associação Nacional e Pesquisa e Pós-Graduação em Educação (ANPEd) foi recebida em audiência no CNE (Conselho Nacional de Educação), em 6 de agosto, depois de solicitação encaminhada por diversas entidades de educadores. Na ocasião, apresentaram documento em que expõem detalhadamente posicionamentos e questionamentos sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Médio.

 

A ANPEd foi representada por sua segunda secretária, Maria Luiza Sussekind (UNIRIO). Na ocasião, Sessekind e Inês Oliveira expuseram os principais pontos que norteiam o documento, construído com apoio de diversos de seus pesquisadores, para posteriormente serem sabatinadas durante cerca de duas horas pela comissão bicameral que analisa a BNCC, formada pela Câmara de Educação Básica e de Ensino Superior, o que abrange quase a totalidade de conselheiros. Ao final, todos os presentes avaliaram como muito positiva a audiência, que permitiu esclarecer e aprofundar aspectos do debate.

 

 

::  publicações

 

LIVRO COM CAPÍTULOS DAS PROFESSORAS HELENICE MAIA E STELLA PEDROSA FORAM LANÇADOS NA FLIP E TAMBÉM SERÁ NO ENDIPE

 

O livro “Percursos de Iniciação Científica: A Prática da Pesquisa nos Espaços Educativos”, organizado pelas professoras Ana Valéria de Figueiredo da Costa (UNESA) e Edith Maria Marques Magalhães, com apresentação do Prof. Renato José de Oliveira (UFRJ), foi lançado na FLIP - Festa Literária de Paraty, realizada nos dias 25 a 29 de julho. A obra, publicada pela editora Autografia, “tem sua originalidade destacada por reunir estudos de iniciação científica orientados por mestres e doutores na grande área das Ciências Humanas – Educação, em estudos interdisciplinares de Metodologia de Pesquisa, Representações Sociais, Relações Étnico-raciais, Gestão Escolar, Educação a Distância e Iniciação Científica Júnior no Ensino Médio. Pesquisa, Representações Sociais, Relações Étnico-raciais, Gestão Escolar, Educação a Distância e Iniciação Científica Júnior no Ensino Médio”, de acordo com a sinopse do livro.

 

Participam do livro, duas professoras deste Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UNESA): a Profa. Stella M. Peixoto de Azevedo Pedrosa, com o capítulo 1 “Por falar em Iniciação Científica...” e a Profa. Helenice Maia, com o capítulo 4 “Subjetividade e Representações Sociais: um estudo sobre o tema nos GT14 e GT20 da ANPEd publicados entre 2000 e 2010”.  Em setembro próximo, o livro também será apresentado no Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino (ENDIPE).

 

 

:: evento

 

TRABALHO DA PROFª WANIA GONZALEZ E DOUTORANDA ELAINE ÁVILA É COMUNICADO NA REUNIÃO DA ANPEd DE JULHO

 

Sob o tema "Em defesa da educação pública, laica, gratuita: políticas e resistências", foi realizada a 13ª Reunião Regional da ANPEd Sudeste 2018. O evento, promovido pela “Associação Nacional e Pesquisa e Pós-Graduação em Educação” (ANPEd), foi sediado entre os dias 15 e 18 de julho de 2018 na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas (SP).

 

Em diálogo com a temática, foi apresentada, no dia 17 de julho, a comunicação oral "Organizações do Terceiro Setor no Brasil e sua relação como Edu-Business", produzida com dados da Prática de Pesquisa da Profª Wania Gonzalez em co-autoria com sua orientanda Elaine Ávila, bolsista de doutorado. A foto ao lado reúne participantes do “GT de Políticas Públicas” e a doutoranda Elaine aparece encostada na parede, no centro – foto retirada da página oficial da ANPEd no Facebook.

 

 

:: publicações

 

LIVRO PUBLICADO PELO INSTITUTO PAULO FREIRE E UNIVERSIDADE DE STANFORD CONTÉM CONTRIBUIÇÃO DA PROFª JACIARA CARVALHO

 

“Reinventando Freire: a práxis do Instituto Paulo Freire” será lançado no dia 7 de agosto em São Paulo e foi produzido inspirado em dois momentos importantes da história da educação - 50 anos da ‘Pedagogia do oprimido’ e 100 anos da Reforma Universitária de Córdoba”, segundo apresentação da obra. O livro, está sob organização dos professores Moacir Gadotti, presidente de honra do Instituto Paulo Freire e docente aposentado da USP, e Martin Carnoy, docente da Universidade de Stanford que conheceu Paulo Freire nos anos 1970. A proposta do livro é “revisitar Paulo Freire a partir da práxis de uma instituição [IPF] criada por ele e que, há 27 anos, continua reinventando seu legado e reafirmando a atualidade do seu pensamento”.

 

A Profª Jaciara Carvalho, integrante da Linha TICPE, trabalhou no Instituto de 2009 a 2012, tendo coordenado o setor de Educação a Distância em parte desse período. Atualmente, realiza pesquisas que recorrem à obra de Paulo Freire. No livro, a professora contribui com o texto “EaD Freiriana: educando-se, juntos, desde o planejamento”, em que apresenta breve relato dos princípios que orientavam as formações a distância no período em que atuou no IPF e que também subsidiaram sua tese de doutorado. O livro “Reinventando Freire: a práxis do Instituto Paulo Freire" está à venda neste site, onde constam outras informações sobre a obra.

 

 

::  internacional

 

CONGRESSOS EM PORTUGAL E ESPANHA CONTAM COM A PARTICIPAÇÃO DA PROFª INÊS OLIVEIRA

 

Promovido pelo Instituto Paulo Freire de Portugal (IPFP), entre os dias 11 e 13 de julho, foi realizado o Congresso Internacional 50 Anos depois da Pedagogia do Oprimido, na cidade do Porto, Portugal. A Professora Inês Barbosa de Oliveira proferiu a conferência "De Paulo Freire a Boaventura de Sousa Santos: um percurso político epistemológico" a convite do evento, que contou com pesquisadores latino-americanos, inclusive brasileiros, e europeus dedicados aos estudos freireanos.


Na sequência, entre os dias 15 e 20 de julho, a professora coordenou, em parceria com a Profª Jane Paiva (UERJ), o “Simpósio Políticas de Educación para Jóvenes y Adultos en escenarios de crisis del derecho en Latinoamérica” no âmbito do 56º Congresso Internacional de Americanistas (ICA), na cidade de Salamanca (Espanha). O Simpósio contou com 14 trabalhos, um deles das próprias coordenadoras, tendo como autores colegas de vários países, como México, Argentina, Portugal e França.

 

 

EGRESSA “FAZ A DIFERENÇA” NA EDUCAÇÃO PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO

 

Daniela Azini, mestre em educação formada por este Programa de Pós Graduação em Educação, assumiu a direção da Escola Municipal Bernardo de Vasconcelos, localizada na Vila Cruzeiro, área de risco na cidade do Rio de Janeiro e vem realizando mudanças significativas, na perspectiva de uma gestão democrática. Em julho, a egressa do PPGE e professores da escola lançaram a campanha de arrecadação virtual “Seu real vale ouro” para a revitalização da quadra, que receberá contribuições até 29/09/2018 pelo link. O trabalho iniciado por Daniela e professores com vistas a diminuir os índices de evasão escolar, aumentar a participação e o sentimento de pertencimento dos estudantes, entre outras questões, vem ganhando notoriedade, como nos textos do site do jornal Extra e MultiRio, de onde foi retirada a foto da fachada da escola, fotografa por Alberto Jacob Filho.

 

 

:: evento

 

DOUTORANDAS DA LINHA DE POLÍTICAS APRESENTAM NO V CEDUCE


O V Colóquio Internacional de Educação, Cidadania e Exclusão (CEDUCE) aconteceu na Universidade Federal Fluminense (UFF), entre os dias 28 e 30 de junho. As doutorandas Elaine Rodrigues de Ávila (bolsista Prosup/Capes) e Lucineide Fernandes Moraes fizeram um trabalho, em parceria com sua orientadora a Professora Wania Gonzalez e apresentaram em uma roda de conversa no GT 9 (Instituições, Processos Educativos e Política Pública). O tema foi As relações dos espaços formativos: a articulação de ONGs e a educação formal. As considerações e conclusões expostas foram resultados de atividades desenvolvidas na disciplina de Prática de Pesquisa ao longo do ano de 2017.

07/2018

INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO TERMINAM NO FINAL DE JULHO/18

 

Estão abertas as inscrições para quem deseja participar da seleção de alunos ao Mestrado e ao Doutorado em Educação da UNESA. As provas serão realizadas em 4 de agosto de 2018 e as aulas começam no dia 14 do mesmo mês. Todas as informações estão disponíveis nos respectivos editais no menu ao lado, na opção “Processo seletivo”. Também no menu, os interessados podem conhecer a estrutura curricular, as especificidades das Linhas de Pesquisa e dos docentes que integram o Programa de Pós-graduação. Estão sendo oferecidas até 5 vagas para o Mestrado e outras 05 vagas para o Doutorado, distribuídas nas diferentes linhas: Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE), Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE) e Tecnologias de Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE). (Crédito da imagem: Homework, de Phil Roeder)

 

 

::  internacional

 

GRUPO PARTICIPA DE 27 ATIVIDADES NA XIV CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS (ARGENTINA)

 

Docentes, egressos, doutorandos e mestrandos associados à Linha de Pesquisa Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE) participarão da “XIV Conferencia Internacional sobre Representaciones Sociales (CIRS)”, que acontecerá em Buenos Aires/Argentina, de 1º a 03 de agosto de 2018. No total, a Linha do PPGE/UNESA participará em 19 mesas redondas, cinco comunicações orais e dois pôsteres.

De acordo com o site do evento, “trata-se de um grande encontro da comunidade de especialistas em Representações Sociais como eixo de discussão teórica e epistemológica, assim como de investigação empírica das tensões que gravitam nos mundos da vida cotidiana, em termos de Denise Jodelet”. Como um dos principais nomes da teoria, Jodelet será a Presidente Honorária da Conferência e receberá reconhecimento especial pelo trabalho incansável na produção de uma rede latino-americana de pesquisadores em representações sociais.

 

Vale lembrar que, em 2017, integrantes desta linha de Pesquisa do PPGE/UNESA, como associados da “Communalis – Sociedade Internacional de Comunicação e Lógica Natural”, organizaram o Sexto Colóquio Internacional “Discurso, representações, argumentação” para examinar o tema “Diferentes perspectivas, as mesmas questões: discurso e interdisciplinaridade”. Realizado no Rio de Janeiro, o Colóquio foi organizado em parceria com a Université de Montréal (Canadá) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (Programa de Pós-graduação em Psicossociologia).

 

Outras informações sobre a CIRS estão disponíveis em: https://cirs2018.com/

 

---------------------

 

:: publicações

 

“DICIONÁRIO CRÍTICO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA” CONTA COM A PARTIPAÇÃO DE PROFESSORAS DA LINHA TICPE

 

Produção coletiva e especializada, resultado da articulação de múltiplos núcleos de pesquisa (brasileiros e estrangeiros), como a Linha Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE) do PPGE/UNESA, o Dicionário inclui dois verbetes produzidos pelas Profª Jaciara Carvalho e Giselle Ferreira: “Inclusão Tecnológica” e “Recursos Educacionais Abertos”. “Os verbetes selecionados para o Dicionário são termos e expressões recorrentes, identificados por meio de revisão de literatura e validados por pares. A composição desse Dicionário partiu de um mapeamento das questões abordadas na literatura especializada, em eventos científicos da área e em práticas pedagógicas envolvendo a relação entre Educação e Tecnologias”, explica Daniel Mill (UFSCar) organizador do livro, cuja lista de verbetes pode ser conferida aqui.

 

O evento de lançamento do Dicionário integra a programação do “Congresso Internacional de Educação e Tecnologias e Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância” (CIET:EnPED:2018), que inclui uma webconferência da Profª Jaciara Carvalho no dia 4 de julho. Interessados podem adquirir o livro pelo site http://www.grupohorizonte.ufscar.br. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail do Grupo Horizonte: grupohorizonte@ead.ufscar.br.

 

-----------------------

 

::  internacional

 

PROFª. HELENICE MAIA E ORIENTANDOS APRESENTAM TRABALHOS NO V COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO, CIDADANIA E EXCLUSÃO

 

 

O evento, realizado na Universidade Federal Fluminense (UFF), na cidade de Niterói (RJ), contou com a apresentação dos seguintes trabalhos orientados pela Profª Helenice Maia, da Linha de Pesquisa Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE):

 

  • “Formação pedagógica: uma análise do jogo argumentativo implícito nas DCN (2006) para o curso de Pedagogia” - Clara Corrêa da Costa (doutoranda) e Helenice Maia.

 

  • “O trabalho do professor de Atendimento Educacional Especializado em Salas de Recurso Multifuncionais em escolas da Baixada Fluminense” - Ana Paula de Carvalho Machado Pacheco (doutoranda) e Helenice Maia.

 

  • “Representações sociais de Tecnologia Assistiva de professores de alunos com deficiência visual” - Thiago Parreira Sardenberg Soares (mestre) e Helenice Maia.

 

Informações sobre o evento podem ser obtidas por meio do site: http://www.uff.br/?q=events/v-coloquio-internacional-educacao-cidadania-e-exclusao

 

------------------------

 

VÍDEO COM PALESTRAS CELEBRA O PRIMEIRO ANO DO E-BOOK “EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA: ABORDAGENS CRÍTICAS”

 

Foram publicadas em vídeo as palestras oferecidas no evento de lançamento do livro eletrônico "Educação e Tecnologia: abordagens críticas", realizado em agosto de 2017, organizado por professoras da Linha de Pesquisa Tecnologias da Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE). Incluem-se apresentações dos organizadores do volume, Profs. Giselle Ferreira (PPGE), Jaciara Carvalho (PPGE) e Alexandre Rosado (INES/DESU, integrante externo do grupo), seguidas de palestras dos professores convidados, autores no volume, Raquel Goulart Barreto (UERJ) e Ralph Ings Bannell (PUC-Rio). O vídeo foi publicado no Canal do YouTube e em post no blog do grupo TICPE, Diálogos sobre TIC e Educação. O e-book "Educação e Tecnologia: abordagens críticas" está disponível, gratuitamente, no blog da TICPE.

 

------------------------

 

:: evento

SEMANA DE PEDAGOGIA CONTA COM PALESTRA DA COORDENADORA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESA 

 

A Profª Alzira Batalha, coordenadora do PPGE/UNESA, a partir do compromisso de integração crescente entre o Programa de Pós-Graduação em Educação e a Graduação em Pedagogia, além das diversas Licenciaturas, participou da “Semana de Pedagogia” oferecida pela mesma Universidade. A palestra “Pedagogo e seu Campo de Atuação: Possibilidades e Limites”, foi proferida para o Curso de Pedagogia no dia 16 de maio na unidade Recreio, no Rio de Janeiro, com auditório cheio.

 

05/2018

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA MESTRADO E DOUTORADO EM EDUCAÇÃO COM INÍCIO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2018

Já estão disponíveis neste site (na seção “Processos Seletivos”), os editais que apresentam as normas do próximo Processo Seletivo para pós-graduandos. Estão sendo oferecidas 11 vagas para o Doutorado em Educação e 13 para o Mestrado em Educação, distribuídas entre as três Linhas de Pesquisa que compõem o PPGE: Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE), Representações Sociais e Práticas Educativas (RSPE) e Tecnologias de Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE).

A prova escrita eliminatória e a(s) prova(s) de língua(s) estrangeira(s) serão realizadas no dia 16 de junho de 2018. Esta e outras datas estão atualizadas, visto que os editais sofreram alteração em seu cronograma, com republicação das normas no site no dia 16 de maio. Confira os editais, compartilhe e participe!

 

::  internacional

PROFESSORAS DO PPGE REALIZAM APRESENTAÇÕES DURANTE O 2º CONGRESSO INTERNACIONAL PAULO FREIRE

O Brasil sediou a segunda edição do Congresso Internacional Paulo Freire: O Legado Global” entre 28 de abril e 1 de maio de 2018, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. No dia posterior ao encerramento (2 de maio), completaram 21 anos do falecimento do educador pernambucano conhecido mundo afora. O primeiro Congresso havia sido realizado no ano de 2012, em Kirikiriroa (ou Hamilton, nome dado pelos colonizadores europeus), na Nova Zelândia, também reunindo pesquisadores, educadores, militantes, educandos e simpatizantes da perspectiva teórico-político-filosófica desenvolvida por Paulo Freire. Celebrando a diversidade cultural, um Cortejo “Congado” e outro realizado por alunas/os indígenas do FIEI/FaE/UFMG abriram o Congresso, que denunciou práticas e políticas desumanizadoras que vêm sendo desenvolvidas no país e no mundo – afirmando, portanto, a atualidade do pensamento de Freire.

O evento foi escolhido pela Profª Jaciara de Sá Carvalho para discussão de sua tese de doutorado Educação Cidadã a Distância: uma perspectiva emancipatória a partir de Paulo Freire, defendida na Faculdade de Educação da USP, em 2015. No trabalho, a docente do PPGE sugere condições para o desenvolvimento de formações a distância inspiradas em princípios e práticas do legado freiriano.

 

A Profª Inês Barbosa de Oliveira (PGFE) desenvolveu a oficina “De Paulo Freire a Boaventura Sousa Santos: Um percurso na relação educação e emancipação”. Em quatro horas de encontro, a oficina desenvolveu diálogos entre elementos das obras dos dois autores nos seguintes temas: 1) A pluralidade de conhecimentos no mundo e as relações entre eles; 2) A aproximação entre a crítica e a ação; 3) As racionalidades para além do cognitivismo moderno; 4) As epistemologias do Sul: justiça cognitiva, justiça social, solidariedade e emancipação.

 

:: evento

 

O EVENTO FOI TRANSFERIDO PARA 21 DE AGOSTO de 2018
POR CONTA DA PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS

 

04/2018

A LINHA DE PESQUISA REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E PRÁTICAS EDUCATIVAS RECEBE NOVA DOCENTE PARA INTEGRAR O PPGE

 

 

Edna Chamon é a mais nova professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA, após aprovação em processo seletivo realizado no início deste ano para a vaga aberta com a aposentadoria do Prof. Tarso Mazzotti em dezembro de 2017.

Com larga experiência na área da Educação, a Profa. Edna Chamon tem graduação e mestrado em Sciences de L’Education pela Université de Toulouse II (Le Mirail), doutorado em Psicologia pela Université de Toulouse II (Le Mirail), na França, e pós-doutorado em Educação pela Universidade de Campinas (2003), em São Paulo. É assessora ad hoc da FAPESP e do CNPq, da ANPEPP e da JIRS. Trabalhou em Projetos Institucionais: PIBID (Capes) (Construção e Implementação) e Projeto Procampo, de 2009 a 2017. Atua nas áreas de pesquisa em Psicologia Social, Educação e Educação do Campo, com ênfase em representação social e identidade profissional. Seus temas de interesse concentram-se nas seguintes áreas: representação social; educação do campo, estresse e coping; qualidade de vida no trabalho; e, identidade profissional. Mais detalhes sobre suas pesquisas e publicações estão disponíveis no currículo lattes.

 

::  internacional

PROFª. INÊS OLIVEIRA APRESENTA CONFERÊNCIA E PAPERS NA FRANÇA E NOS ESTADOS UNIDOS

No dia 6 de abril, a Professora Inês Barbosa de Oliveira proferiu a conferência plenária "Le curriculum création quotidienne et les objectifs du développement durable", na Universidade de Montpellier, no “Colloque international Quel(s) curriculum(a) pour les Objectifs du Développement Durable? Dialogues Nord/Sud pour penser l’éducation de l’anthropocène”, proposto e organizado pelo Laboratoire Interdisciplinaire de Recherche en Didactique, Éducation et Formation (LIRDEF), da mesma Universidade. O evento contou com a participação de estudantes de pós-graduação, pesquisadores e membros de órgãos do governo francês ligados à questão ambiental, advindos de países europeus, como França, Bélgica e Suíça, da África Francofônica - Camarões, Benin, Congo, entre outros - e do Brasil. Também contou com apoio do escritório da UNESCO em Paris. A oportunidade permitiu o avanço de conversas em torno de uma possível cooperação futura entre o LIRDEF e o PPGE/UNESA.

Após a França, a Profª. Inês Oliveira seguiu para os Estados Unidos onde participou, em Nova Iorque, entre os dias 11 e 17 de abril de dois eventos. Primeiramente, no dia 11 de abril, no contexto do American Association for Advancement of Curriculum Studies Annual Meeting (AAACS). No Simpósio "Speaking from and with the South: What knowledge is of most worth?", a Profª. Inês apresentou o paper: “In the South and from the South: Against Curriculum Epistemicide”, produzido em parceria com a Profª. Maria Luiza Sussekind, da Universidade do Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

No Annual Meeting of AERA (American Educational Research Association), também em parceria com a Profª. Maria Luiza, Inês Oliveira toumou parte em dois Simpósios, que desenvolvidos nos dias 15 e 16 de abril, apresentando os papers. No primeiro dia, o tema foi "Learning from and with the Global South to Recognize Thinkedracticed curricula as Ecology of knowledges" no Simpósio Curriculum Research Lines from the Global South: toward a Dialogic Encounter With Southern Places". No dia 16/4, o paper "Are we moving backwards?" integrou o Simpósio “Dreams, Possibilities, and Necessity of Public Education”. Neste mesmo dia, ainda na AERA, a Profª. Inês participou, como comentadora convidada, do Simpósio “Research Networks and Scientific Production in Education in the Americas: Current Challenges,” patrocinado pela Americans Educational Research Network (AERN).

  

Imagens cedidas pela Profª Inês Barbosa de Oliveira.

 

:: evento

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL COM PROF. MAINARDES PROMOVERÁ DISCUSSÃO SOBRE CAMPO DA POLÍTICA EDUCATIVA EM DISCIPLINA DO DOUTORADO

No dia 18 de abril, o Prof. Jefferson Mainardes participará, por Skype, da aula da disciplina Epistemologia da Pesquisa em Política Educacional do doutorado em Educação do PPGE, aberta à participação de outros interessados. Com reconhecidas pesquisas no campo da Política Educacional, Mainardes foi convidado pela Profª. Lélia Moreira para tratar de questões envolvendo essa área no Brasil e na América Latina, assim como desafios da pesquisa nesse campo, seus modelos, enfoques e abordagens.

Jefferson Mainardes é professor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (PR), na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Educação, Honorary Senior Research Associate do UCL/Institute of Education (Londres), onde cursou o doutorado, Diretor da Red Latinoamericana de Estúdios Epistemológicos en Política Educativa (Relepe) e editor da Revista de Estúdios Epistemológicos en Política Educativa (Retepe).

Para o encontro, os participantes da disciplina lerão previamente alguns trabalhos do professor e prepararão questões para dialogar com ele e os demais nesta aula especial.

:: evento

“PAULO FREIRE E A EDUCAÇÃO POPULAR: INTERSEÇÕES ENTRE POLÍTICAS E PESQUISA"

A Linha de Pesquisas Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE) promoveu, em 4 de abril, uma palestra com a Profª Sandra Regina Sales, do Instituto Multidisciplinar e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

No ano em que o livro “Pedagogia do Oprimido”, obra de Paulo Freire mais conhecida, completa 50 anos, os participantes do evento puderam entrar em contato (ou ampliar seus conhecimentos) com aspectos do pensamento e do trabalho desenvolvido pelo educador brasileiro mais reconhecido internacionalmente, e patrono da Educação no país. Além dos estudos desenvolvidos pela Profª Sandra Sales, mestrandos e doutorandos tiveram o privilégio de ouvir relatos de experiências vividas pela professora inspiradas na pedagogia freiriana, por exemplo, durante sua participação no “Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos” (MOVA) criado pelo educador. A Profª Sandra também projetou vídeos com depoimentos inéditos de Paulo Freire que inspirou alguns dos diálogos durante o evento.

  

Imagens cedidas pela Profª Wânia Gonzales, coordenadora da Linha Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE).

 

:: evento

INTERCÂMBIO COM LICENCIATURAS: COORDENADORA DO PPGE PARTICIPA DE AULA INAUGURAL (2018.1) DE GRADUAÇÕES DA UNESA

A Profª. Alzira Batalha, coordenadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESA, participou da aula inaugural para as graduações de Pedagogia, História e Geografia da UNESA em 21 de março, no Campus Centro. Os estudantes lotaram o auditório para discussão a partir do tema “A Educação e os desafios da ação docente: Construindo-novos-tempos”. Além da Profª. Alzira, a aula contou com a presença do Prof. Rodrigo Rainha da UERJ e Gestor Nacional da Área de Educação da UNESA e da Profª. Denise Sepúlveda, do Programa de Pós-Graduação da UERJ.

  

Imagens cedidas pela Profª Alzira Batalha.

 _________________________________________________________________

03/2018

NOVA DISCIPLINA ELETIVA DISCUTE EDUCAÇÃO SUPERIOR NA ATUALIDADE

Neste semestre, o Programa oferece novo “Tópicos Especiais em Educação” para estudantes do mestrado, doutorado e pessoas interessadas em cursar como disciplina isolada. “Educação Superior no século XXI: concepções e práticas”, oferecido às quartas-feiras pela manhã, promove discussões sobre as principais temáticas e questões pertinentes à Educação Superior na atualidade e à docência neste nível de ensino. Sobretudo, encoraja os participantes a reverem criticamente suas concepções e práticas de ensino em nível superior.

Com muita experiência na temática, as professoras responsáveis aproveitam especificidades de suas linhas para exporem diferentes faces de um mesmo objeto: Laélia Portela Moreira é vinculada à linha de pesquisa Políticas, Gestão e Formação de Educadores (PGFE) e Giselle Martins dos Santos Ferreira é líder do Grupo de Pesquisas em Tecnologias de Informação e Comunicação nos Processos Educacionais (TICPE).

A ementa desta e de outras disciplinas que compõem a estrutura curricular do Programa estão disponíveis neste site.

 

_________________________________________________________________________

:: evento

CONFERÊNCIA ESTADUAL POPULAR DE EDUCAÇÃO: ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS CONTA COM PARTICIPAÇÃO DA PROFª INÊS BARBOSA

 

A Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE) será realizada em maio deste ano e as etapas preparatórias, coerentes com uma perspectiva democrática de participação, tiveram início no ano passado. Chegou o momento da etapa estadual, na qual profissionais da educação e outros sujeitos da sociedade civil prepararão propostas para o encontro nacional. No Rio de Janeiro, a Conferência Estadual Popular de Educação (CONEPE) será neste mês de março.

 

Inês Barbosa de Oliveira, professora do Programa, além de docente na UERJ, na condição de presidente da Associação Brasileira de Currículo (ABdC) e representante desta associação no Fórum Estadual de Educação do Rio de Janeiro (FEE/RJ), estará presente nos debates do dia 24 de março, quando deverá ser aprovada a "Carta do Rio de Janeiro" e as propostas do estado para a CONAPE.

 

Coerente com a perspectiva, dois dias antes, a Profª. Drª Inês participará, em São Paulo, de reunião dos grupos de pesquisa envolvidos no Projeto Interinstitucional "O pensamento de Paulo Freire na atualidade: análise de políticas e práticas", coordenado pela Professora Ana Maria Saul, que coordena a cátedra Paulo Freire na PUC/SP. É a primeira reunião dos grupos no ano em que se comemoram os 50 anos da publicação da Pedagogia do Oprimido.

_________________________________________________________________________

:: publicações

DOUTORANDANDA PARTICIPA DE LIVRO SOBRE DOWN COM PERSONALIDADES DA MÚSICA, DOS ESPORTES E DAS ARTES.

Texto da pedagoga Ana Paula Pacheco, mestre e doutoranda no Programa, integra o livro "Down! Viva a diferença com arte e inclusão", lançado no dia 21 de março. O projeto é uma iniciativa de Jorge Davidson, diretor artístico e pai de Breno, que conseguiu reunir especialistas da área como Ana Paula, crianças, jovens e adultos com Síndrome de Down e mais de quarenta personalidades como Regina Duarte, Zeca Pagodinho e Djavan para fortalecer as lutas em torno do tema e homenagear o filho.

 

Pós-graduada em Educação Especial pela Fundación Sindrome de Down, de Madri, Ana Paula também proferiu palestra no dia 17 de março sobre o tema: "Inclusão: caminhos escola, trabalho e sociedade", no evento "Síndrome de Down: autonomia em todas as fases da vida", realizado pela Comissão de Apoio à Cidadania e Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência, na OAB/RJ.

 

Sob orientação da Profª Helenice Maia, Ana Paula desenvolve a pesquisa: "Atividade laboral de alunos da Educação Básica com Síndrome de Down: um estudo sobre as representações sociais de inclusão em ambiente de trabalho".

 

 

_________________________________________________________________________

:: projeto

Projeto do Prof. Pedro Humberto receberá financiamento da FAPERJ

No mês de fevereiro, foi assinada junto à FAPERJ a concessão da bolsa Cientista do Nosso Estado ao projeto “Escola e Futuro: Representações sociais, Imagem Social e Afetividade em Alunos dos Anos finais do Ensino Fundamental", coordenado pelo Prof. Dr. Pedro Humberto Faria Campos.

A Bolsa prevê um recurso de R$ 103.000,00 divididos em parcelas mensais para custeio das atividades de pesquisa, na modalidade de taxa de bancada. O projeto conta ainda com a participação da Profª Rita de Cássia P. Lima e uma equipe de pesquisadores nacionais e internacionais.

_________________________________________________________________________

:: evento

RODA DE CONVERSA: PESQUISA E FORMAÇÃO EM MODA

 

A Profª. Drª Maria de Fatima da S. C. G. de Mattos (PPGE/CUML - Ribeirão Preto-SP) esteve no Programa no dia 22 de março para participar de uma discussão com orientandos da Profª. Rita Lima e interessados na temática durante a Prática de Pesquisa. Moda é uma das questões que vem sendo tratada pelo Grupo da Profª. Rita, vinculada à linha Representações Sociais e Práticas Educativas.

 

A convidada é vice-presidente da Abepem (Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda), pesquisadora do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidade Culturais (IPCCIC) e membro do Grupo de Pesquisa do CNPq Constituição do Sujeito no Contexto Escolar (PPGE/CUML). O currículo completo da Profª. Drª Maria de Fátima pode ser conferido em seu lattes.

 

_________________________________________________________________________

:: revista

ÚLTIMOS DIAS PARA ENVIO DE TRABALHOS AO PRÓXIMO DOSSIÊ DA REVISTA EDUCAÇÃO E CULTURA CONTEMPORÂNEA (A2)

 

Propostas de artigos, resenhas ou revisões de literatura serão recebidas até dia 30 de março para compor o próximo número temático “Questões Político-Epistemológicas na Pesquisa em Educação: em torno da noção de Cegueira Epistemológica”.

 

O termo “cegueira epistemológica” foi cunhado em 2007 para dar conta de apontar “a parcialidade de nossa visão desenvolvida no seio de uma cultura, também sempre parcial (SANTOS, 2003)”, que compromete nossa capacidade de “compreender e poder, a partir daí, crer e ver/ler/ouvir determinadas classificações, determinadas formas de compreender o mundo, determinadas formas de organização social, determinados valores morais” (OLIVEIRA, 2007).

 

O número temático incita colegas e estudiosos das Ciências Sociais e da Educação a apresentarem trabalhos em que a noção seja abordada, a partir de reflexões em torno das pesquisas que realizam em Educação ou em Ciências Sociais em sua dimensão político-epistemológica. O objetivo é evidenciar a operacionalidade da noção e seu potencial de enriquecimento das reflexões de caráter político-epistemológico que desenvolvemos em nossas pesquisas.

 

A Revista Educação e Cultura Contemporânea é uma publicação do Programa com avaliação A2 no Qualis Periódicos da Capes.

_________________________________________________________________________

::agenda
AULA INAUGURAL 2018.1 e HOMENAGEM AO PROF. TARSO MAZZOTTI

 

As atividades discentes do primeiro semestre de 2018 começam com uma reflexão sobre a Pós-Graduação no País. Atendendo ao convite do PPGE, a coordenadora adjunta da área da Educação na Capes (2008 a 2011) discutirá o tema "A avaliação da Pós-Graduação no Brasil - Área da Educação" com professores, mestrandos e doutorandos do Programa. A Profa. Dra. Elizabeth Macedo é docente associada da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (ProPED/UERJ) e também coordena a área de Educação na FAPERJ (desde 2012).

 

Após a aula inaugural, haverá uma recepção dos discentes do PPGE e um momento muito especial dedicado ao ex-coordenador do Programa, Prof. Dr. Tarso Mazzotti. Orientador de dissertações de mestrado e teses de doutorados em Educação desde 2005 na Universidade Estácio de Sá, Tarso Mazzotti esteve à frente do PPGE no biênio 2016-2017 e aposentou-se no final do ano passado, como fez anteriormente na UFRJ. Será uma oportunidade para homenagear quem muito se dedicou à pesquisa e docência na Pós-Graduação em Educação do País.  

Mais detalhes da programação:

Data: 08 de março de 2018 (quinta-feira)

Local: auditório do 22º. Andar - av. Presidente Vargas (nº 642,) Rio de Janeiro.

Horário: das 10h às 16h.

10h: aula inaugural com a Profa. Dra. Elizabeth Macedo

     Tema: "A avaliação da Pós-Graduação no Brasil - Área da Educação".

13h30min: recepção de mestrandos e doutorandos do PPGE.

15h: homenagem ao Prof. Dr. Tarso Mazzotti.

 

::processo seletivo

SELEÇÃO DE DOCENTE PARA A LINHA REPRESENTAÇÕES SOCIAIS e PRÁTICAS EDUCATIVAS DO PPGE

A Universidade Estácio de Sá comunica a abertura das inscrições para a seleção de docente pesquisador para o Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado e Doutorado – no período de 30 de janeiro de 2018 a 28 de fevereiro de 2018.

Mais informações estão disponíveis no edital divulgado neste site.

 

::internacional

GRUPO TICPE INTEGRA NOVA REDE INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA

A Profa. Giselle Ferreira, líder do Grupo de Pesquisas TIC nos Processos Educacionais – TICPE (http://ticpe.wordpress.com), foi convidada para integrar uma nova rede internacional de pesquisa na área de Educação e Tecnologia. A rede está sendo organizada por Neil Selwyn (Professor Titular na Universidade de Monash, Austrália) e Thomas Millman (Professor Associado na Universidade de Gothenburg, Suíça), pesquisadores internacionalmente renomados na área, e congrega grupos especificamente selecionados para participar de uma rede dedicada à pesquisa sobre a relação entre educação e tecnologia a partir de abordagens críticas. O convite é fruto do trabalho de networking internacional do grupo consolidado com a publicação, em abril de 2017, do e-Book bilíngue Education and Technology: critical approaches, organizado pela Profa. Giselle e pelos Profs. Alexandre Rosado (INES/DESU, colaborador externo) e Jaciara Carvalho (Grupo TICPE).

A primeira ação no plano de desenvolvimento da rede, que inclui vários dos autores que contribuíram para o e-Book, será a publicação (prevista para 2019) de um número especial de revista em língua inglesa organizado pelos Profs. Selwyn e Millman, com título proposto “Education and Technology into the 2020s: speculative futures.” A coletânea será constituída de nove artigos selecionados dentre as numerosas submissões dos grupos participantes, e incluirá um trabalho dos professores Giselle Ferreira, Márcio Lemgruber e Jaciara Carvalho, do PPGE, em colaboração com os Profs. Alexandre Rosado e Ralph Ings Bannell (Diretor do Departamento de Educação da PUC-Rio): “Metaphors we’re colonised by? The case of data-driven educational technologies in Brazil”.

Para concluir a primeira etapa de desenvolvimento da rede, os organizadores planejam, para março de 2019, a realização de um simpósio que deverá reunir presencialmente todos os participantes da rede.

 

 

::internacional

PROFª. INÊS BARBOSA PRESIDE BANCA DE DOUTORADO NA FRANÇA

Fonte: Arquivo pessoal de Inês Barbosa

A Profa. Dra. Inês Barbosa, vinculada à Linha de Pesquisa Políticas, Gestão e Formação de Educadores do PPGE/UNESA, além de docente da UERJ, presidiu em dezembro de 2017 uma banca de Doutorado em Educação na Universidade de Rouen (França) para avaliação da tese: “O relatório para o conhecimento mediático do professor de espanhol no ensino médio. Uma visão da Guerra Civil e do Franquismo na Espanha e das ditaduras e revolução na América Latina”, defendida pela (agora doutora) Michèle Trouve-Silva. Também participaram da banca os professores doutores Françoise Breant (Université Paris-Nanterre), Jean-François Marcel (Université Toulouse Jean Jaurès) e Jean Luc-Rinaudo (Université Rouen Normandie), que orientou a tese defendida.

Aproveitando sua passagem pela França, Inês Barbosa participou de uma reunião com vistas à assinatura de um convênio com a Universidade de Caen.

 

::internacional

PROFª. WÂNIA GONZALEZ E EX-ORIENTANDA PUBLICAM ARTIGO EM COLETÂNEA DA RED DE ESTUDIOS SOBRE EDUCACIÓN (REED)

“A formação humana dos estudantes africanos participantes do convênio de graduação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro” compõe a coletânea “Epistemología y Práctica Educativa En Las Instituciones de Educación Superior”, editada pela Universidad Autónoma de Baja California (UABC), México e Red de Estudios sobre Educación (REED). O capítulo é uma coautoria da Profa. Wânia Gonzales, vinculada à Linha de Pesquisa Políticas, Gestão e Formação de Educadores do PPGE/UNESA, além da UERJ/FEBF, e de Mônica Carla de Brito Mota, mestre pela UNESA sob orientação da Profª Wânia.

 

Esta é a segunda edição de autoria coletiva dos membros da Red de Estudios sobre Educación (REED), que está disponível para download no site http://www.reed-edu.org/ou neste link direto.



 

 

Notícias 2017